Cidade Super Destaques

Impasse entre INSS e peritos continua e segurados não têm previsão para atendimentos em BH

Agências do Instituto Nacional do Seguro Social vão ser vistoriados novamente para verificar segurança dos locais

Vários contribuintes do Instituto Nacional do Seguro Social denunciam falta de comunicação entre o INSS e os Peritos Médicos, que prestam serviço ao órgão. Na segunda-feira, várias agências do INSS foram abertas e as pessoas que tinham consulta marcada foram chamadas ao local. O problema é que esses segurados compareceram às unidades e não encontraram os peritos, que são responsáveis pelo principal serviço prestado nas agências.

Segundo a categoria, esse desaparecimento se dá porque as agências não estão preparadas para evitar o contágio do coronavírus. Nessa quarta-feira (16), a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho determinou o retorno imediato da Perícia Médica Federal nas agências inspecionadas, porque considerou que das 169 agências que possuem serviço de perícia médica no país, 111 já estão aptas a atender o público.

O presidente da Associação Nacional dos Peritos Médicos Federais, Luiz Carlos de Teive e Argolo, explica que a determinação não agradou a categoria.

“É deprimente ouvir ameaças de um secretário de estado no que tange a ele ter mencionado o perito como se fosse uma boiada e dizer que, “se não voltar, ele atiça com chicote na mão”. É deplorável isso. A perícia nunca deixou de trabalhar. Ao longo desses seis quase 6 meses de trabalho remoto, a perícia já produziu mais do que qualquer órgão público do país. A perícia já atendeu mais de 3 milhões de processos. A perícia vem fazendo mensalmente, ao longo dos seis meses, alguma coisa próxima de 400 e 500 mil processos só de formação de atestado”, garante.

O representante da categoria diz ainda que os trabalhadores não estão seguros para voltar ao trabalho presencial devido ao novo coronavírus. “Como nós podemos voltar a ambientes confinados tão despreparado para aglomerar pessoas? Aí eu posso mencionar para vocês que, ao longo da convid, o que mais se fala é sobre a higienização. Precisamos de lavar as mãos, mas não há pias em todos os consultórios. A grande maioria das agências do Brasil não têm sequer contrato de manutenção desses ar-condicionados, quanto mais uma certificação de que o ar puro está saindo de cada ar condicionado”, declarou.

O gerente-executivo do Inss em Belo Horizonte, Hudson Ferreira, explica como vai ficar a situação. “Na capital mineira, retornamos com as duas agências no dia 14 de setembro. Nesse primeiro momento, não retornamos com os trabalhos de perícia e estamos esperando uma posição da Secretaria de Previdência e da Presidência do INSS. Tomamos todas as medidas para que o segurado não comparecesse ao local e para informar que seja necessário fazer o reagendamento. As agências que foram reabertas vai passar por uma nova inspeção para confirmar a segurança desses locais e ainda não há uma data para que os atendimentos de perícia retornem”, explicou.

 

Fonte: Itatiaia

Eldorado1300

AGENDA

outubro 2020
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Publicidade

ARQUIVO GERAL

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

Redação Redação

Avatar

SILVA JUNIOR

Silva Júnior

Silva Júnior

Silva Júnior - Jornalista, radialista, colunista e setorista do futebol sete-lagoano, assina ainda o programa Eldorado nos Esportes na Rádio Eldorado AM 1300

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.

Rádio Eldorado