Automóveis

BMW i3: um alemão ligado na tomada

Reprodução da internet

Com novas baterias e 100% elétrico, veículo sai a partir de R$ 259.950

Se até alguns anos atrás ainda havia uma severa discussão sobre a próxima matriz energética que movimentará nossos automóveis em um futuro próximo, esta questão, hoje, está mais do que esclarecida. Será mesmo com a eletrificação que conviveremos em um período que ainda não é possível dimensionar, em tempo, tantas são as variantes que estão envolvidas. Mas é certo que grandes passos neste sentido foram dados. No Brasil, quem protagonizou este pioneirismo foi a alemã BMW, que em 2014, um ano depois de ser lançada na Europa, passou a importar o compacto I3, um elétrico com algumas particularidades.

Elétrico ou híbrido?

Na ocasião em que chegou ao país, apenas uma versão era produzida, a que trazia o REX, sigla que define algo como, autonomia estendida. O sistema inclui um pequeno motor a combustão, que atua como gerador de eletricidade. O dispositivo entra em ação automaticamente quando o nível de energia da bateria fica muito baixo. Mesmo que este pequeno propulsor não tenha a propriedade de tracionar as rodas e apenas estender a autonomia, alguns puristas não consideravam o I3 como um veículo 100% elétrico e sim um híbrido plug-in.

Nova opção

Por um curto período de tempo a BMW deixou de importar o modelo para o Brasil e voltou a fazê-lo em meados do ano passado, quando o I3 foi renovado e passou a contar com uma versão sem o pequeno motor, a gasolina, de 01 cilindro, que, como dissemos, apenas garantia uma recarga para as baterias quando o nível de energia poderia comprometer a autonomia. A retirada deste motor aliviou o peso em 95 kg e o compacto de entrada na linha eletrificada da BMW, passou a pesar 1.440 kg. Para compensar a falta de “ajuda” do bom e velho propulsor a combustão, a montadora passou a produzir baterias maiores, com mais capacidade de armazenamento de energia. Desta forma o I3 passou a ter até 335 km de autonomia, na melhor e mais favorável utilização de rodagem.

Dirigindo o I3

SUPERMOTOR teve a oportunidade de conviver neste silencioso ambiente dos veículos com propulsão elétrica e de acelerar, por alguns dias, o I3, que não nos decepcionou em relação a potência, afinal, são 170 cavalos, que mesmo não fazendo nenhum barulho, estão ali, prontos para responderem ao menor toque no pedal direito. É preciso se acostumar, a princípio, com a direção, ele tem um torque de 25,5 kgmf e surpreende ao motorista menos avisado, que costuma acelerar forte na hora de arrancar e, principalmente, manobrar. Ele dá um pulo para frente ou para trás, que assusta, a resposta é direta. O câmbio é automatizado e tem relações variáveis. Segundo a BMW o compacto acelere sai da imobilidade e atinge aos 100 km/h em 7,3 segundos.

Equipamentos

Bastante confortável para os passageiros da frente, que contam com bancos amplos e confortáveis, já para quem viaja atrás o espaço é bem mais reduzido e como as portas são do tipo suicida, os vidros traseiros não abrem. Entre os principais equipamentos, o modelo conta com faróis full-LED, teto solar elétrico em cristal e rodas de liga-leve de 19 polegadas. Há ainda sistema Parking Assistant Plus (que auxilia o motorista a estacionar com a ajuda de câmeras de ré e sensores de obstáculos dianteiro e traseiro), Comfort Access (trava e destrava as portas com apenas com aproximação da chave, incluindo a tampa do porta-malas).

Segurança

Presente também o Driving Assistant Plus, que informa, por meio de alertas visuais e sonoros, situações de tráfego cruzado, riscos de colisão traseira, mudanças involuntárias de faixa de rolamento e controle e prevenção de aproximação frontal. Segurança na oferta de freios a disco ventilados com sistema antitravamento ABS, seis air bags, incluindo as do tipo cortina.

Digital

Um mundo novo e diferenciado e que permite uma experiência única, o I3 é praticante um computador móvel, pelo BMW ConnectedDrive, pode-se programar a hora certa para que as baterias comecem a ser carregadas e o momento em que ele deve parar. Em caso de carga completa, ele se desliga normalmente, como um smartphone. Tudo é digital com tela sensível ao toque os comandos para operar o GPS, o som e a central multimídia, são feitos por um seletor no console.

Para carregar

Como se faz com um smartphone, que passa a noite na tomada, assim é o I3, quando é domesticamente carregado na garagem, usando a tomada de 220V, convencional, de três pinos e aterramento, para recarregar 100% das baterias. Desta forma, é preciso seis horas de abastecimento. Há cinco anos a marca bávara investe, no Brasil, em um programa de parceria com várias empresas para instalação de pontos de carregamento de veículos elétricos e híbridos em postos de combustíveis, supermercados e shopping centers.

Opções

Atualmente, são cerca de 110 pontos públicos de recarga distribuídos em todo o território nacional. Além disso, há cerca de dois anos, a marca inaugurou um corredor com postos de carregamento para veículos elétricos e híbridos na rodovia Presidente Dutra, entre as cidades do Rio de Janeiro e São Paulo. O modelo tem quatro opções, que custam a partir de R$ 259.950 e chega a R$ 279.9750, o modelo topo de gama e que conta com o REX FULL, que dissemos lá no começo, é o pequeno motor, a gasolina, que permite aumentar a autonomia. Em Belo Horizonte a BMW é representada pela Euroville.

 

O Tempo

Avatar

Gleidson Almeida

COMENTAR

Clique aqui para enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eldorado1300

  • https://pt.calameo.com/read/001200430c3db474b9ef2

AGENDA

setembro 2020
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Publicidade

ARQUIVO GERAL

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

Gleidson Almeida

Avatar

SILVA JUNIOR

Silva Júnior

Silva Júnior

Silva Júnior - Jornalista, radialista, colunista e setorista do futebol sete-lagoano, assina ainda o programa Eldorado nos Esportes na Rádio Eldorado AM 1300

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.

Rádio Eldorado