Cidade Saúde

Sete Lagoas deverá contar com novos leitos exclusivos para pacientes da Covid-19

Planejamento detalha ampliação de leitos de pacientes com o novo coronavírus em unidades hospitalares da cidade

Diante do aumento exponencial do número de casos de novo coronavírus no município na última semana – mesmo com as fiscalizações diárias e dos apelos das autoridades de saúde para que as pessoas fiquem em casa e só saiam em caso de necessidade, usem máscara e reforcem a higiene – a Prefeitura de Sete Lagoas, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, vem investindo no aumento do número de leitos exclusivos para pacientes com Covid-19.

O plano de trabalho adotado pela pasta é dividido em cinco etapas. A primeira delas, já em operação, setorizou 11 leitos de UTI no Hospital Municipal, todos equipados com camas elétricas, ponto de oxigênio, ar comprimido, aspiração em sistema fechado, monitores multiparamétricos, entre outros recursos e equipamentos. Segundo o diretor do Hospital Municipal, Dr. Thiago Melo, algumas adaptações físicas serão necessárias na unidade. “Faremos a liberação do conforto médico para acomodação da ala feminina, já que o local conta com canalização de gases medicinais e banheiros”, detalha.

Com o aumento na ocupação dos leitos no Hospital Municipal, a segunda etapa estabeleceu, em maio, um convênio com o Hospital Nossa Senhora das Graças (HNSG), para a compra de equipamentos e materiais que vão dar a retaguarda necessária. Esta unidade oferecerá dez leitos de UTI e 24 leitos de observação exclusivos para pacientes com Covid-19.

Antevendo uma eventual capacidade instalada esgotada, a fase 3 terá início. “Contamos com a ala feminina do Pronto Socorro do Hospital Municipal, composta atualmente por 20 leitos clínicos, que serão transformados em leitos Covid-19”, afirma a coordenadora da Rede de Urgência e Emergência da Saúde, Cíntia Teixeira Andrade.

Na quarta etapa do plano, caso mais da metade dos leitos do HNSG esteja ocupada, a UPA 24 Horas, que já possui três leitos de estabilização na sala vermelha (camas, régua de gases medicinais e ventilador mecânico) fará a readequação da sala amarela (local que também está equipado com régua de gases e camas hospitalares), atualmente com 12 leitos.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Dr. Flávio Pimenta, para a adaptação da unidade, a Prefeitura está viabilizando a aquisição de diversos equipamentos. “Faremos a reinstalação do gerador de energia, que atualmente faz cobertura apenas de parte da unidade, a instalação de tanque estacionário para fornecimento de maior volume de gases medicinais, aquisição de compressores, o isolamento físico da área, além de aditivo com fornecedores para a compra de insumos e medicamentos específicos para cuidados intensivos”, enumera o secretário.

De acordo com o prefeito Duílio de Castro, como estas adaptações precisam de uma “janela” considerável de tempo, e tendo em vista a finitude da capacidade de atendimento das unidades hospitalares, assim que a necessidade de ampliação se fizer necessária (de acordo com as estatísticas), outras medidas serão tomadas, incluindo a ampliação de quadro profissional, o que levará o Município a adotar a quinta etapa do plano.

“Nesta fase, poderemos usar os cinco leitos da rede assistencial suplementar (Unimed), já implantados e em pleno funcionamento. Estes leitos aguardam apenas o credenciamento em nível estadual e federal, para fins de faturamento”, explica o prefeito. Assim, somando-se os 11 leitos do Hospital Municipal (1ª etapa), os 34 leitos do HNSG (2ª etapa), os 20 novos leitos da ala feminina do Hospital Municipal (3ª etapa), os 15 leitos da UPA 24 Horas (4ª fase) e os cinco leitos da Unimed (5ª fase), o Município poderá contar com 85 leitos, entre UTI e enfermaria, exclusivos para pacientes com Covid-19.

Estatísticas
Dos leitos exclusivos para Covid-19 que estão implementados e em pleno funcionamento no município, o Hospital Municipal conta com 11 leitos de UTI. Em abril, a taxa média de ocupação da unidade ficou em 15,4%. Já nos primeiros 15 dias de maio, a taxa de ocupação subiu para 18,8% e, na segunda quinzena, chegou a 22,22%. “Na primeira quinzena de junho, atingimos a ocupação de 54,5% dos leitos de UTI do Hospital Municipal, desta forma, já estamos na fase 2 do plano, montando os leitos do HNSG”, completa o secretário de Saúde, Dr. Flávio Pimenta.

Renato Alexandre

Prefeitura de Sete Lagoas

Assessoria de Comunicação Social

 

Barbara Dias

Barbara Dias

Jornalista com especialização em publicidade e marketing, coordenadora do Portal Sete, editora chefe do Jornal Hoje Cidade e assina o programa Tarde Viva na Rádio Eldorado AM 1300

COMENTAR

Clique aqui para enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eldorado1300

AGENDA

agosto 2020
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Publicidade

ARQUIVO GERAL

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

Barbara Dias

Barbara Dias

Jornalista com especialização em publicidade e marketing, coordenadora do Portal Sete, editora chefe do Jornal Hoje Cidade e assina o programa Tarde Viva na Rádio Eldorado AM 1300

SILVA JUNIOR

Silva Júnior

Silva Júnior

Silva Júnior - Jornalista, radialista, colunista e setorista do futebol sete-lagoano, assina ainda o programa Eldorado nos Esportes na Rádio Eldorado AM 1300

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.

Rádio Eldorado