Automóveis

Confira 5 motivos para a realização dos reparos no recall

Reprodução/Ilustrativa

É um direito do consumidor, garantindo que o veículo não terá problemas de fabricação, que por sua vez, geram transtornos e até expõem a perigos

Embora muitas pessoas não gostem do recall e o tratem como um indicativo de qualidade do carro, a verdade é que ele é algo bom para os consumidores. Toda empresa comete algum erro seus produtos durante o processo de fabricação. Com o recall, há a garantia de que o veículo será arrumado de forma que não cause acidentes. Ou, na pior das hipóteses, seja tirado de linha e o dono seja ressarcido.

Mesmo assim, poucos brasileiros sabem sobre esse serviço e muitos nem desconfiam de que o seu próprio automóvel pode estar com esse chamado em aberto. Diante disso, Vinicius Melo, CEO do aplicativo Papa Recall — que avisa o motorista se o automóvel cadastrado teve algum chamado da fabricante para conserto ou troca de peças — separou dicas importantes sobre o recall e motivos para atendê-lo quando houver solicitação.

1 – Segurança no trânsito

Um carro em circulação que tenha defeito de fábrica é praticamente uma bomba-relógio que pode trazer graves consequências. Quando menos se espera, o problema pode colocar em risco a segurança do dono do veículo, dos passageiros e de todos aqueles que estejam próximos em ruas e rodovias pelo Brasil afora. O recall é um procedimento em que a própria montadora identifica a necessidade de um reparo em automóveis, evitando que uma tragédia possa acontecer.

2 – Preservação do patrimônio

No Brasil, carro é uma propriedade que demanda um investimento considerável por parte da pessoa. Mesmo sendo um bem com taxas de desvalorização, é comum o motorista ficar anos com o mesmo veículo. Como o recall é um defeito de fabricação em que o conserto é feito pela própria fabricante, é uma estratégia para evitar a desvalorização do automóvel e, evidentemente, deixá-lo com a manutenção em dia.

3 – Direito gratuito dos motoristas

O recall é praticamente um reconhecimento das montadoras de que o carro foi produzido com um defeito que pode trazer graves consequências. Assim, por não ser um problema decorrente do uso ou da idade, é um direito garantido por lei no Brasil e o procedimento é totalmente gratuito. O único dever do proprietário é levar o veículo para que a correção seja feita.

4 – Desenvolver o hábito de manutenção do veículo

O recall pode ser o ponto de partida para que o motorista brasileiro desenvolva o hábito de cuidar do automóvel. Tão importante quanto atender um chamado da montadora, é realizar as revisões nos prazos corretos. As consequências são as mesmas. As pessoas precisam entender a importância de levar o veículo à oficina no momento certo e seguir o manual do fabricante, ao invés de se preocupar apenas quando o problema já aconteceu, muitas vezes no meio da rua.

5 – Preocupação com o próximo

Infelizmente o brasileiro ainda não percebeu que tem coparticipação no trânsito das ruas e rodovias do país. Muitos desconhecem que o carro precisa passar por recall, outros justificam a falta de tempo e alguns culpam até os vendedores das concessionárias por não terem informado antes, desconhecendo que o recall pode ser realizado bem depois disso. O fato é que é dever do motorista saber as condições do carro e cuidar para que ele não traga problemas no futuro. O recall é a possibilidade para se informar mais e realizar os ajustes necessários para garantir a melhor experiência possível para todos.

 

iG Carros

Avatar

Gleidson Almeida

COMENTAR

Clique aqui para enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eldorado1300

AGENDA

setembro 2020
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Publicidade

ARQUIVO GERAL

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

Gleidson Almeida

Avatar

SILVA JUNIOR

Silva Júnior

Silva Júnior

Silva Júnior - Jornalista, radialista, colunista e setorista do futebol sete-lagoano, assina ainda o programa Eldorado nos Esportes na Rádio Eldorado AM 1300

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.

Rádio Eldorado