Automóveis

Uno, Celta e Palio, sinônimos de bom custo benefício

Fonte: Pixabay

Conheça a seguir o custo benefício desses modelos de veículos.

Para auxiliar quem pretende adquirir um automóvel zero-quilômetro, preparamos este artigo para que você conheço o custo benefício de veículos considerados baratos em todos os quesitos.

 

Fiat Uno (Segunda Geração)

O Fiat Uno de segunda geração segue a tradição do modelo original, que teve sua estréia em 1984 no Brasil, sendo um carro econômico. A versão compacta pode ser encontrada nas Attractive e Drive, ambas 1.0 e ainda o Way 1.0 e 1.3. O modelo Uno sempre foi conhecido com um carro vigoroso para aguentar condições de estradas que não estejam em seu estado padrão. Por isso, este carro é muito utilizado como um veículo de trabalho. Pois tem um baixo custo de manutenção e ainda um preço bastante acessível em relação a troca de peças e serviços. Além disso, conta com a facilidade de revenda por ser um carro de grande atração popular. O Novo Uno possui um excelente espaço interno. Além disso, desde a sua versão anterior oferece muito conforto e comodidade para seus passageiros. Isso porque o veículo disponibiliza com ar-condicionado, direção hidráulica completa, controle eletrônico de aceleração, duplo airbag, dispositivo de lane change, freios ABS com EBD e faróis com máscara negra. Enfim, vidros elétricos dianteiros com one touch e antiesmagamento.

O Fiat Uno possui um excelente consumo em relação a quilometragem independente da forma em que é abastecido e a forma em que roda seja em grandes cidades ou rodovias:

Cidade

O modelo 1.0 – 9,2 km/l com álcool e 13,0 km/l com gasolina

O modelo 1.3 –  9,2 km/l com álcool e 13,0 km/l com gasolina

Estrada

O modelo 1.0 – 10,4 km/l com álcool e 15,0 km/l com gasolina

O modelo 1.3 – 10,1 km/l com álcool e 14,0 km/l com gasolina

Já o Fiat Uno 2020 mantém o estilo do modelo de 2017, que sofreu alteração visual. Assim, o veículo apresenta grandes faróis de parábola com elementos estéticos referente ao modelo, uma espécie de “surpresa” visto em quase toda a parte externa e interna do carro, sendo uma característica do chamado “quadrado redondo” do modelo anterior.

Palio

O Palio foi o mais significante modelo da Fiat no Brasil desde o lançamento do modelo Uno. O mesmo teve duas gerações, sendo que a primeira manteve-se no mercado automobilístico por mais de 20 anos, enquanto a segunda durou apenas 6 anos. O compacto ainda é mantido em produção para atender uma pequena demanda de pessoas que tem grande apreço pelo modelo, por preferirem veículos com entrada mais espaçosa que os menores como o Mobi 2019 e Uno 2019, já que o Argo 2019 hoje assume a tarefa principal da marca.  Produzido sobre uma plataforma modificada do modelo Uno, o Fiat Palio da segunda geração possui um design agradável e espaçoso internamente, assim como porta-malas condizente com a proposta. Seu único  problema era ser muito parecido ao Punto, pois se igualava em termos de temática e estética.O baixo custo de manutenção e a desvalorização reduzida são atrativos do antigo compacto.

Cidade

O novo Palio 1.0, ano 2018 – 7,2 km/litro com etanol e 10,4 km/litro com gasolina

O novo Palio 1.4, ano  2018 – 7,7 km/litro com etanol e 11,0 km/litro com gasolina

O novo Palio 1.6, ano 2018 – 6,9 km/litro com etanol e 10,1 km/litro com gasolina

Estrada

O novo Palio 1.0, ano 2018 – 8,7 km/litro com etanol e 12,7 km/litro com gasolina

O novo Palio 1.4, ano  2018 – 9,0 km/litro com etanol e 13,0 km/litro com gasolina

O novo Palio 1.6, ano 2018 – 8,2 km/litro com etanol e 11,9 km/litro com gasolina

Celta

Já o modelo Celta, o popular da marca Chevrolet, teve origem no final da década de 90. No ano de 1999 surgiram informações sobre um projeto batizado de “Arara-Azul”, Fabricado pela GM do Brasil, atual Chevrolet. O modelo foi lançado nos anos 2000 na fábrica localizada em Gravataí no Rio Grande do Sul. A empresa prometia economia, baixo custo de manutenção e modelos charmosos, o Celta desde então se tornou um sucesso em vendas desde o dia do seu lançamento. Pois  pouco se sabia sobre o novo modelo além da utilização da mesma plataforma do Corsa (que havia sido lançado no ano de 1994). O motor do Celta era 1.0 obteve do Corsa, que chegava a 60 cavalos sendo o mais potente do segmento na época. Não havia ar-condicionado, nem menos direção hidráulica, travas ou vidros elétricos.

Simples em todos os quesitos e com baixo custo de manutenção, o Celta logo ficou conhecido por ser um veículo bastante robusto. Entre seus concorrentes estavam o Uno, Ford Ka e o Gol.

Como dito anteriormente o Celta foi conhecido por ser um carro robusto, segue abaixo algumas informações de duas versões do modelo:

Celta 1.0 – Com motor dianteiro, 4 cilindros em linha, 8 válvulas. Potência de 70 cavalos, e torque máximo de 8,8, câmbio manual de 5 marchas, tração dianteira, freios à disco, suspensão dianteira independente e mola helicoidal.

Consumindo na cidade 13,3 km/l e na estrada 17,7 km/l sendo movido apenas a gasolina.

Celta 1.4 – Essa versão atingia 161 km/h e acelerava de 0 à 100 km/h em 12,3 segundos. Para não perder a concorrência, a Chevrolet logo criou uma opção biocombustível em 2005, nomeado de Flexpower e nos modelos Life, Spirit, Super e Off-Road surgiram entre os anos de 2004 e 2005. Assim, deixou o modelo de motor 1.0 movido à gasolina.

Gostou desse artigo? Compartilhe em suas redes sociais para que mais pessoas saibam que o Uno, Celta e Palio são veículos de bom custo benefício.

 

Grupo FBS

Barbara Dias

Barbara Dias

Jornalista com especialização em publicidade e marketing, coordenadora do Portal Sete, editora chefe do Jornal Hoje Cidade e assina o programa Tarde Viva na Rádio Eldorado AM 1300

COMENTAR

Clique aqui para enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eldorado1300

AGENDA

agosto 2020
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Publicidade

ARQUIVO GERAL

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

Barbara Dias

Barbara Dias

Jornalista com especialização em publicidade e marketing, coordenadora do Portal Sete, editora chefe do Jornal Hoje Cidade e assina o programa Tarde Viva na Rádio Eldorado AM 1300

SILVA JUNIOR

Silva Júnior

Silva Júnior

Silva Júnior - Jornalista, radialista, colunista e setorista do futebol sete-lagoano, assina ainda o programa Eldorado nos Esportes na Rádio Eldorado AM 1300

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.

Rádio Eldorado