Cidade Saúde Super Destaques

ATUALIZAÇÃO: Sete Lagoas tem o primeiro caso confirmado de Coronavírus

UPA 24 Horas, unidade de atendimento para Coronavírus em Sete Lagoas

Direção do Foro de Sete Lagoas determinou o cancelamento de audiências

Sete Lagoas teve o primeiro caso de Coronavírus confirmado através de Boletim Epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde. Trata-se de uma mulher de 44 anos de idade, que chegou ao Brasil no dia 5 de março. Ela esteve na Europa, precisamente em Portugal e na Espanha.

De acordo com a assessoria de comunicação do Hospital Nossa Senhora das Graças, a paciente que viajou para o Portugal e Madri, começou a sentir os sintomas clássicos de febre e tosse no dia 05/03 e foi atendida na instituição  no dia 08/03. O HNSG realizou os procedimentos de acolhimento e isolamento, conforme orientações do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar, foi coletada secreção nasal e da orofaringe e enviado material para análise para a Funed – Fundação Ezequiel Dias. Conforme protocolo do Ministério da Saúde, o Hospital solicitou à paciente que realizasse quarentena em domicílio. A confirmação da positividade para Coronavírus chegou hoje, dia 17/03.

Até o momento, segundo a assessoria, “o Hospital Nossa Senhora dasa Graças não possui pacientes internados com suspeita ou confirmação da COVID 19. Nossa equipe realiza o monitoramento diário de pacientes com suspeitas via contato telefônico para avaliação da situação, respeito aos protocolos de segurança e sinais de agravos. O HNSG continua atento ao acolhimento, notificação e procedimentos aos casos de suspeita e enviará comunicados sempre que tivermos alguma nova apuração dos fatos”, informou.

Além de um caso confirmado em Sete Lagoas, até o momento são registrados 16 casos suspeitos da doença, sendo 4 negativos e 11 que continuam em investigação.

A Direção do Foro de Sete Lagoas determinou o cancelamento de audiências, júris e restringiu o acesso ao prédio do fórum em razão do coronavirus, como explicado na nota abaixo:

SINAIS E SINTOMAS: Os sinais e sintomas do novo coronavírus são principalmente respiratórios, semelhantes a um resfriado. Podem, também, causar infecção respiratória, como as pneumonias, no entanto, a doença ainda precisa de mais estudos e investigações para caracterizar melhor os sinais e sintomas. Os principais sintomas conhecidos até o momento são:  Febre;  Tosse;  Dificuldade para respirar.

FORMAS DE TRANSMISSÃO: As investigações sobre transmissão do novo coronavírus ainda estão em andamento, mas sabemos que ela costuma ocorrer através de contato pessoal, por meio de:  Gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro;  Contato corporal com pessoa contaminada (toque ou aperto de mão);  Contato com objetos contaminados, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Foi iniciada neste domingo, 15, a atuação de um Comitê de Operações Especiais da Saúde em parceria com várias secretarias municipais com o objetivo de determinar ações emergenciais para evitar a propagação do novo Coronavírus em Sete Lagoas. Os trabalhos estão sendo deliberados pelo prefeito Duílio de Castro que, nesta segunda-feira, 16, participou de entrevista coletiva, com a presença de autoridades da área de saúde e do Ministério Público. Na ocasião, foi assinado o Decreto Municipal nº 6.227/2020, com determinações e recomendações que já estão em vigor.

Até às 17h desta segunda-feira, a Secretaria Municipal de Saúde contabilizava 15 casos suspeitos e um descartado. Os testes são realizados na Funed, em Belo Horizonte, e os resultados levam de dez a 15 dias para ser divulgados. Na sexta-feira, eram sete suspeitos. Daí a importância de a população adotar as medidas do decreto municipal com o objetivo de conter o avanço da contaminação.

As medidas emergenciais estão ocorrendo em todo o Brasil, onde já foram confirmados 200 casos da doença até esta segunda-feira. Estatísticas mostram que, em países onde decisões para a contenção foram adotadas rapidamente, o índice de contaminação foi controlado. “Agimos rápido para conter o Coronavírus, não é preciso entrar em pânico. A prevenção é a melhor estratégia neste momento”, comentou o prefeito Duílio de Castro.

Além de apostar na prevenção, o município também estruturou uma unidade de saúde para atendimento de casos suspeitos. A UPA 24 Horas terá capacidade para receber possíveis infectados. “As pessoas precisam entender que só é considerado do grupo de risco quem apresenta os sintomas associados (coriza, tosse, dor de garganta, febre, cansaço e falta de ar) ou aquele que teve contato com algum suspeito que esteve no exterior”, alerta o diretor técnico do Hospital Municipal e da UPA, Dr. Thiago Melo.

O secretário municipal de Saúde, Dr. Flávio Pimenta, reforçou que todas as medidas que fazem parte do decreto municipal seguem orientações técnicas de órgãos superiores, como Ministério da Saúde e Secretaria Municipal de Saúde. “Estamos na gestão de uma crise, que é de todos. Precisamos da compreensão do cidadão para que todas as determinações sejam seguidas”, disse.

O conjunto de ações realizadas pela Prefeitura em pouco mais de 24 horas foi elogiada pelo promotor de Justiça, Paulo César Ferreira da Silva. “Sete Lagoas é muito importante nesse processo porque é polo. Ela, inclusive, foi a única cidade da comarca a apresentar uma proposta concreta e um projeto bem trabalhado”, disse.

O prefeito Duílio de Castro confirmou que uma campanha informativa já foi autorizada para deixar o cidadão por dentro da realidade. Outras medidas são o treinamento das equipes de atendimento e disponibilização de um telefone exclusivo para orientações sobre a doença. O Disque Coronavírus Municipal é o 3773-2576.

DECRETO

O Decreto Municipal nº 6.227 já foi publicado no Diário Oficial do Município (http://www.setelagoas.mg.gov.br/diario-eletronico) e define “Situação de Emergência em Saúde Pública em Sete Lagoas, em razão de pandemia de doença infecciosa, viral respiratório (COVID-19), causada pelo agente SARS-COV 2”. As principais são a suspensão por 15 dias das aulas na Rede Municipal de Ensino e suspensão de eventos de qualquer natureza onde poderia haver concentração de um grande número de pessoas. Além disso, cada órgão público municipal poderá flexibilizar o horário de trabalho com o objetivo de aliviar o pico de uso do transporte coletivo.

Principais determinações

Ficam suspensos, no âmbito do Município de Sete Lagoas, pelo prazo de 15 (quinze) dias, a partir da publicação deste Decreto, podendo ser prorrogado de acordo com avaliação periódica do quadro evolutivo dos riscos da doença no Município:

– eventos, de qualquer natureza, governamentais, esportivos, culturais, religiosos e políticos, conforme orientação do Ministério da Saúde e da Secretaria Municipal de Saúde, bem como não sejam concedidas licenças para eventos que causem grandes aglomerações e sejam suspensas as concedidas;

– atividades educacionais em todas as unidades da rede de ensino municipal, estadual e privada, escola da APAE – Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais, na Escola Técnica Municipal, bem como nas instituições de ensino superior;

– atividades nas creches, unidades e casas de convivência, museus, teatros, cinemas e áreas fechadas de clubes de recreação e de academias;

Principais recomendações

Fica recomendada a adoção das seguintes medidas preventivas pelos órgãos públicos municipais, bem como pela iniciativa privada, pelo prazo de 15 (quinze) dias, a partir da publicação deste Decreto, podendo ser prorrogado de acordo com avaliação periódica do quadro evolutivo dos riscos da doença no Município:

– que sempre que possível, preferencialmente, seja adotado o trabalho em casa, especialmente no caso de servidores maiores de 60 (sessenta) anos e/ ou aqueles que se enquadrem nos grupos de risco;

– que sejam adotadas jornadas ou turnos de trabalho alternativos, com o objetivo de evitar aglomeração no ambiente de trabalho e superlotação nos transportes públicos;

– que o transporte público municipal limite a quantidade de passageiros ao número de assentos para evitar a superlotação de passageiros;

– que as pessoas com baixa imunidade, portadores de doenças como pneumonia, tuberculose, câncer, renais crônicos e transplantados, cardiopatas, diabéticos e outros, evitem sair de casa;

– que seja restrita a entrada de visitantes e acompanhantes nas unidades de saúde e presídios/ centros de detenção;

Linda Martins

Linda Martins

COMENTAR

Clique aqui para enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eldorado1300

AGENDA

agosto 2020
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Publicidade

ARQUIVO GERAL

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

Linda Martins

Linda Martins

SILVA JUNIOR

Silva Júnior

Silva Júnior

Silva Júnior - Jornalista, radialista, colunista e setorista do futebol sete-lagoano, assina ainda o programa Eldorado nos Esportes na Rádio Eldorado AM 1300

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.

Rádio Eldorado