Arnaldo Martins Colunistas

Setembro amarelo AMA-TE

Reprodução
Reprodução

Os exemplos que a vida nos dá diariamente reforça meu lema: “Vivendo e aprendendo”.

Por mais experiência que acreditamos ter, com muita humildade reconhecer que a cada dia vivido é mais aprendizado.

Na última edição de nossa Conversa Afiada, aliada a “Campanha Setembro Amarelo”, contei a história do Elefante que iria se casar e perdeu a aliança na véspera do seu casamento. Recorda-se?

O fato levou o Elefante ao desespero, que somente a Coruja com sua sabedoria e vendo a situação, interviu e o aconselhou a refletir e chegar a uma solução.

Fiéis leitores da Conversa Afiada da última edição cujo título era “Desesperar jamais”, alguns manifestaram parabenizando-me pelo conteúdo da matéria e a história do Elefante e aliança perdida.

Atente para história abaixo:

Um senhor chegou a um consultório médico, pra fazer um curativo em sua mão, na qual havia um profundo corte.

Muito apressado, pediu urgência no atendimento, pois tinha um compromisso.

O médico que o atendia, curioso, perguntou o que tinha de tão urgente pra fazer.

O homem lhe disse que todas as manhãs ia visitar sua mãe que estava em tratamento numa clínica, com mal de Alzheimer em fase muito avançada.

O médico, preocupado com o atraso do atendimento, disse: “Então hoje ela ficará muito preocupada com sua demora?”.

O homem respondeu:  “Não, ela já não sabe quem eu sou, há quase cinco anos que não me reconhece mais”.

O médico então questionou: “Mas então para que tanta pressa em vê-la todas as manhãs, se ela já não o reconhece mais?”.

O homem então deu um sorriso e, batendo de leve no ombro do médico, respondeu: “Ela não sabe quem eu sou, mas eu sei muito bem quem ela é”.

O médico teve que segurar suas lágrimas enquanto pensava.

Moral da história:

O verdadeiro amor não se resume a utilidade da pessoa, mas o que ela representou na sua vida, o verdadeiro amor é a aceitação, é gratidão de tudo que foi um dia e do que não é mais.

E aos leitores (as) que manifestaram através de mensagem encaminhada a mim, o desejo de dialogar sobre o tema “Prevenção ao Suicídio”, entre em contato conosco através da Associação Filantrópica de Assistência Social “Madre Tereza de Calcutá” – AMA-TE.

Endereço: Rua Sergipe 220A, Bairro Boa Vista, telefone (31) 3772.3404 no horário das 09 às 11 horas e das 14 às 16 horas de Segunda às Sextas feiras.

 Colaborador-Academia

Até a semana que vem se Deus quiser, e Ele há de querer.

Por Arnaldo Martins

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.

COMENTAR

Clique aqui para enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eldorado1300

AGENDA

outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Publicidade

ARQUIVO GERAL

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.

SILVA JUNIOR

Silva Júnior

Silva Júnior

Silva Júnior - Jornalista, radialista, colunista e setorista do futebol sete-lagoano, assina ainda o programa Eldorado nos Esportes na Rádio Eldorado AM 1300

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.