Destaques

Jovens são os mais vulneráveis aos perigos do cigarro eletrônico

Caneta eletrônica, que custa em torno de R$ 30, está sendo muito utilizada por jovens

Utilizado em festas, baladas, bares e locais fechados, o vape (cigarro eletrônico) está associado a uma imagem de “status”, que pode cativar, inclusive, quem não se interessa por cigarro. Adolescentes são os mais vulneráveis aos produtos eletrônicos, que não têm cheiro forte nem produzem fumaça e cinzas, conforme os especialistas.

“Há um aspecto tecnoló-gico, além de atrativos como sabores e aromas gostosos, que atraem os não-fumantes”, diz a oncologista Flávia Amaral Duarte.

Em uma das lojas visitadas pelo Hoje em Dia, a vendedora explica que há modelos específicos para quem fuma “socialmente”. “Quem quer só ‘vaporar’ não precisa comprar um (cigarro) tão caro. Tem gente que quer fazer isso com a galera, nas festinhas. Aí, oferecemos uma opção mais barata”, afirma. Segundo ela, as canetas eletrônicas – que custam cerca de R$ 30, mas têm menor qualidade e durabilidade – são as mais comercializadas.

“Virou uma febre entre a juventude. O pessoal começa a usar achando que não faz mal, mas muitas essências têm nicotina e viciam. Não sabemos quais são os efeitos que ele pode causar em 20, 30 anos. O Brasil tem uma das melhores campanhas do mundo em abandono do tabagismo a partir da abstinência. O abuso dos cigarros eletrônicos vem na contramão dessa tendência, já que a pessoa pode até reduzir o consumo, mas não está livre dos males da nicotina” (Guilherme Freire Garcia, pneumologista da Fundação Hospitalar de Minas Gerais (Fhemig) e da Santa Casa de BH)

Gatilho

Coordenador do Centro de Referência em Drogas da UFMG, Frederico Garcia lembra que os dispositivos podem ser uma iniciação ao tabagismo.

“Os custos dos vaporizadores são muito mais altos que os do cigarro porque é uma forma ‘chique’ de consumir a droga. A pessoa tem que comprar os refis com frequência. Com isso, os jovens podem fazer uma transição, abandonando os eletrônicos e partindo para os brancos e de palha, porque a nicotina causa dependência”.

hojeemdia

 

Linda Martins

Linda Martins

COMENTAR

Clique aqui para enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eldorado1300

AGENDA

outubro 2020
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Publicidade

ARQUIVO GERAL

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

Linda Martins

Linda Martins

SILVA JUNIOR

Silva Júnior

Silva Júnior

Silva Júnior - Jornalista, radialista, colunista e setorista do futebol sete-lagoano, assina ainda o programa Eldorado nos Esportes na Rádio Eldorado AM 1300

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.

Rádio Eldorado