Automóveis Destaques

Carro de imagem, JAC T80 é uma prova da evolução dos chineses

JAC T80 2019 / Imagem: Divulgação
JAC T80 2019 / Imagem: Divulgação

SUV entrega bom pacote ao conciliar 7 lugares e motor 2.0 turbo

Assim como o X80 na gama Lifan e, futuramente, o Tiggo 8 dentro da linha CAOA Chery, cabe ao T80 exercer o mesmo papel de modelo topo de linha no portfólio da JAC. Nenhum desses três SUVs será responsável por aumentar o volume de vendas de suas respectivas marcas, mas cabe a eles uma ocupação muito mais nobre: posicionados como carros de imagem, como se diz no jargão do marketing, eles servem para mostrar ao público que as marcas chinesas ultrapassaram a fase de oferecer apenas carros pequenos e baratos e têm condições de ir muito além.

Na época do lançamento, você já conferiu aqui no Autoo nossa avaliação rápida do JAC T80, porém agora conseguimos um contato mais prolongado com o SUV grande, que mostrou muitos atributos positivos durante nosso período de convivência com ele.

Começando com uma análise externa, temos no T80 um modelo com linhas sofisticadas e robustas, como é esperado em um SUV de maior porte. Trabalhando com um bom time de designers, a JAC soube equilibrar bem as proporções da carroceria do T80, algo que não é fácil em um veículo capaz de transportar 7 passageiros e conta com quase 4,80 m de comprimento. Visto de traseira, é inegável que as lanternas lembram um pouco os SUVs mais recentes da Audi, mas não dá para dizer que o T80 deixa de ter personalidade própria, em especial pela grade frontal alinhada com os demais SUVs da gama. Tudo isso mostra que a JAC é uma das marcas chinesas que mais amadureceu nesse aspecto.

Por dentro, o T80 revela uma nítida evolução sobre os carros chineses do passado. Ainda falta para os modelos mais sofisticados produzidos no país asiático definirem e apostarem em uma solução própria para a linguagem visual de suas cabines, já que, apesar da melhora notável na qualidade construtiva, notamos na cabine do T80 uma certa profusão de materiais que não parecem seguir um critério muito específico.

Para impressionar clientes na China e no Brasil, o T80 faz questão de entregar uma boa lista de equipamentos de série. Continuando na parte interna, encontramos ali o painel de instrumentos digital com tela de 12,3”, ar-condicionado automático com 2 zonas de atuação, central multimídia com tela de 10” e câmera de ré, assentos dianteiros com ajustes elétricos e o do motorista oferecendo ainda aquecimento, resfriamento e massageador. São recursos que outros SUVs na faixa de R$ 144.990, preço atual do T80, estão longe de entregar. Os dois únicos opcionais do T80 residem no teto solar panorâmico e no sistema de som mais aprimorado, que conta com 10 alto-falantes, sendo que a dupla exige um gasto extra de R$ 6.990.
Reprodução
Reprodução

Outro ponto que você não vai encontrar em nenhum SUV 7 lugares gravitando no preço de R$ 145.000 é um conjunto mecânico semelhante ao do T80. Estamos falando do motor 2.0 turbo de 210 cv e 30,6 kgfm de torque, que opera em conjunto com um câmbio de dupla embreagem com 6 marchas. Assim como o restante do T80, o powertrain do SUV é nitidamente calibrado de uma forma a entregar respostas mais progressivas e confortáveis, focando em especial a não exagerar no consumo. A proposta do T80 não é a de ser um esportivo, mas você tem a disposição do pé direito uma boa reserva de potência e torque mesmo quando trafega com o SUV carregado. Isso é mais do que necessário e bem-vindo já que, vazio, o T80 pesa 1.775 kg.

Segundo dados da JAC, o T80 com seu 2.0 turbo acelera de 0 a 100 km/h em 9,2 segundos, chegando a uma velocidade máxima de 217 km/h. São números que apontam um desempenho mais do que suficiente para o modelo. Um motor com menos potência e torque certamente seria sentido no caso do T80. Durante nossa avaliação, chegamos a registrar parciais de 7 km/l na cidade e 11 km/l na estrada com gasolina, único combustível aceito pelo T80, valores também condizentes com o peso e proposta do SUV.

Até por conta de sua vocação familiar e o próprio tamanho de sua carroceria, o T80 conta com respostas não muito rápidas da direção, a qual oferece três modos de atuação para a assistência elétrica (leve, normal e pesada, na classificação da marca). A suspensão do T80, que é independente nas 4 rodas e conta com layout multibraço nas rodas traseiras, lida bem com as rodas aro 18” e oferece um rodar muito suave. Uma certa rolagem mais aguda da carroceria é sentida em curvas fechadas, algo até compreensível em um carro alto e comprido como é o caso do T80.

Quem tem família grande certamente não vai passar aperto no T80. Nas duas primeiras fileiras o SUV oferece espaço mais do que suficiente para cinco adultos, beneficiados pelo assoalho traseiro plano e bancos muito confortáveis. Na terceira fileira o espaço está dentro da média, podendo acomodar dois adultos com uma estatura menor.

Muitos que chegaram até esta parte de nossa avaliação podem estar se perguntando se vale a pena ou não comprar um JAC T80. De uma forma bem pragmática, ainda é necessário aguardar para sabermos como será a receptividade dos consumidores com a novidade, em especial quando o T80 chegar ao mercado de usados. Um conjunto mecânico coerente com sua proposta e um bom nível de espaço interno e equipamentos certamente ele tem a entregar para quem precisa de um automóvel 7 lugares.

Olhando hoje para o segmento de SUVs com perfis semelhantes ao do JAC T80, talvez um VW Tiguan Allspace Comfortline de R$ 153.990 – mesmo com bem menos equipamentos de série e um motor de menor deslocamento – possa parecer um modelo mais consolidado para o público que pode pagar cifras na casa dos seis dígitos em um veículo. Correndo por fora, temos também o Peugeot 5008, que hoje parte de salgados R$ 178.690, mas já traz teto solar panorâmico de série e uma lista de equipamentos próxima ao que encontramos no JAC T80.

De qualquer forma, como dissemos no início do texto, o SUV 7 lugares chega ao Brasil muito mais para reforçar a imagem da JAC no país do que propriamente competir com outros modelos em busca de participação de mercado. Nesse ponto, com o T80, a marca está mais do que bem servida.

JAC T80 2019
Reprodução

Com Autoo

Eldorado1300

AGENDA

setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Publicidade

ARQUIVO GERAL

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

Aldryene Prata

Aldryene Prata

SILVA JUNIOR

Silva Júnior

Silva Júnior

Silva Júnior - Jornalista, radialista, colunista e setorista do futebol sete-lagoano, assina ainda o programa Eldorado nos Esportes na Rádio Eldorado AM 1300

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.