Arnaldo Martins Colunistas

Velho é seu preconceito

Reprodução da Internet
Reprodução da Internet

Você leitor (a), que me acompanha há quase 25 anos com nossa Conversa Afiada, sabe que não é por vaidade, mas não gosto de ser chamado de “velho”, embora minha idade esteja na casa dos “enta”, a faixa dos quarenta aos noventa e nove anos. Portanto, me incluo nela.
E você perguntará: ora Cebolinha! Se você não é velho, então você é idoso?
Eu respondo: “Idoso, é quem tem rugas bonitas, porque foram marcadas pelo sorriso e a alegria de viver”.
“Velho, é quem tem rugas feias, porque foram formadas pela amargura e o mau humor”.
Concorda?
Diz um ditado popular que a vida começa aos quarenta, e como já passei, confesso que “os primeiros quarenta anos de vida nos dão o texto, os próximos quarenta, o comentário”.
Noutro dia reencontrei-me com uma jovem amiga na fila do banco, e como não nos víamos há algum tempo ela me disse: Nossa! Há quanto tempo, e você não mudou nada!
Poxa, vindo de uma linda jovem fiquei envaidecido naquele momento, embora ela tenha sido gentil comigo (rsrsrsrsrs).
Naquele dia fiquei convicto que palavras dos jovens inteligentes, nos carregam de energia e incentivo para uma vida melhor, e diria até que são palavras rejuvenescedoras para quem está na casa dos “enta”, como eu.
Disse para minha amiga que escolheria uma data para mim marcante e faria uma matéria com o título: “Velho é seu preconceito”, em reconhecimento às palavras de incentivo a mim transmitidas.
Escolhi a data que estou colhendo mais uma flor no jardim da primavera (meu aniversário).
E você que se enquadra na casa dos “enta” e você que ainda chegará lá, leia abaixo:
“Idoso é quem ainda sente amor e velho é quem só sente saudade”.
“Idoso é quem ainda exercita e velho é quem apenas descansa e reclama”.
“Idoso é quem ainda sonha e velho é quem apenas dorme”.
“Idoso é quem tem um pouco mais de idade e velho é quem perdeu a capacidade de sonhar e se divertir”.
“Idoso é quem ainda se renova a cada dia que começa e velho é quem se acaba a cada noite que termina”.
“Idoso é quem ainda tem plano e velho é quem tem apenas recordações”.
Resumindo:
“Idoso e velho, podem ter a mesma idade no documento, mas, tem idade totalmente diferente na mente, no coração e nas atitudes”.
Que você leitor (a) viva uma longa vida, mas que não fique velho (a) nunca.
“Velho é aquele que considera que sua tarefa está cumprida, aquele que se levanta sem metas e se deita sem esperança”. (Autor desconhecido)

Colaborador-Academia
Até a semana que vem se Deus quiser, e Ele há de querer.

Por Arnaldo Martins

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.

COMENTAR

Clique aqui para enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eldorado1300

AGENDA

agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Publicidade

ARQUIVO GERAL

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.

SILVA JUNIOR

Silva Júnior

Silva Júnior

Silva Júnior - Jornalista, radialista, colunista e setorista do futebol sete-lagoano, assina ainda o programa Eldorado nos Esportes na Rádio Eldorado AM 1300

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.