Arnaldo Martins Colunistas

Tempo para o trabalho

Reprodução
Reprodução

Conversa Afiada da edição anterior usou o tema “arrumando a casa”, para falar da necessidade de mudanças dentro da Prefeitura de Sete Lagoas. Para iniciar um trabalho emergente do Executivo com o Legislativo e arrumar a casa, essas mudanças já estão sendo feitas.
Agora, nós teremos que dar tempo para o trabalho a ser desenvolvido da melhor maneira possível para colocar nossa cidade novamente em lugar de destaque positivo. Não podemos esquecer que durante algum tempo, fomos destaque político negativo nas manchetes de Minas Gerais.
Não adianta iniciar cobranças de resultados, sem haver tempo hábil para a arrumação que está sendo implantada dentro da Prefeitura.
É lamentável que ocorram demissões no quadro de funcionários, mas, temos que entender que o inchaço da máquina pública já apresentava números percentuais acima do que determina a Lei de Responsabilidade Fiscal. Esse fato obrigou o Executivo a tomar decisões firmes de redução do quadro de funcionários.
Haverá a recomposição de algumas pessoas? Claro que sim.
Não adianta também cobrar que haverá admissões, pois, o Prefeito necessita de trabalhar com uma equipe composta de pessoas de sua confiança e capazes de desenvolver um bom trabalho.
Se for feita uma avaliação individual, chegaremos à conclusão que uma das falhas da administração anterior foi usar a máquina pública como cabide de emprego.
Vamos voltar um pouquinho no tempo: você se recorda que na matéria da semana anterior eu usei o exemplo fictício de um motoqueiro que foi contratado para operar uma empilhadeira? Resultado: todo estoque foi destruído.
Portanto, admissões de novos profissionais certamente serão feitas no seu devido tempo para recompor o quadro de profissionais para prestar um bom atendimento à população.
Prestar bons serviços à comunidade é um dever dos governantes, seja ele do município, do estado ou da federação.
Todos nós sabemos que os salários dos funcionários públicos, sejam eles municipais, estaduais ou federais, são pagos pelos contribuintes que somos “nós”. E como tal, temos direitos de cobrar pelos serviços que pagamos.
Tenho certeza que no tempo hábil Sete Lagoas estará novamente nas manchetes como destaque da beleza de nossas lagoas, a Gruta Rei do Mato, a Serra de Santa Helena, o Parque da Cascata, e várias opções de Bares e Restaurantes, Hotéis e Pousadas para oferecer aos turistas.
Para isso, o Prefeito Duílio de Castro terá nas suas equipes, profissionais competentes.
Basta ter tempo para o trabalho.
“Se você acha que custa caro um profissional, é porque não faz ideia de quanto custa um incompetente”.

Colaborador-Academia

Até a semana que vem se Deus quiser, e Ele há de querer.

Por Arnaldo Martins

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.

COMENTAR

Clique aqui para enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eldorado1300

AGENDA

agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Publicidade

ARQUIVO GERAL

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.

SILVA JUNIOR

Silva Júnior

Silva Júnior

Silva Júnior - Jornalista, radialista, colunista e setorista do futebol sete-lagoano, assina ainda o programa Eldorado nos Esportes na Rádio Eldorado AM 1300

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.