Destaques

Homem que assassinou a ex e os dois filhos dela vai a júri popular

Reprodução/StreetView + Divulgação/PCMG

A Justiça definiu que Zaquel Hélio Antoniassi, de 33 anos, acusado de matar a ex-mulher e os dois filhos dele de 15 e 6 anos, será julgado por um júri popular. O crime ocorreu no dia 21 de abril de 2018, no bairro Pindorama, na região Noroeste de BH. Na ocasião, Zaquel esfaqueou as vítima e ateou fogo na casa.

Segundo a denúncia do Ministério Público, o acusado mantinha um relacionamento de aproximadamente três anos com a vítima, inclusive morando na mesma casa, juntamente com os filhos dela.

No dia 21 de abril, na casa deles, ele iniciou uma discussão com sua então companheira e, logo depois, com o jovem de 15 anos de idade. Em determinado momento do embate, o réu foi à cozinha, pegou uma faca e, em seguida, desferiu diversos golpes na companheira e em seu enteado. A menina de cinco anos foi esfaqueada também após se levantar da cama assustada com os gritos da mãe e do irmão.

Ainda de acordo com a denúncia, o acusado empilhou os corpos das vítimas na cama, despejou uma garrafa de álcool sobre eles e ateou fogo. Em interrogatório na Justiça, ele permaneceu em silêncio, mas, na fase de inquérito, confessou o triplo homicídio. Disse se lembrar de ter desferido três facadas nos dois e uma única na menina.

Após colocar fogo nos corpos, o réu ainda subtraiu dois aparelhos celulares das vítimas. Na época do crime, ele foi preso com a faca e o isqueiro que foram provavelmente utilizados no homicídio.

Um laudo de sanidade mental concluiu que o réu tem preservado sua capacidade de entendimento em relação aos fatos.

Feminicídio

O MP alega tratar-se também de crime de feminicídio, pois ele tinha ciúme doentio da mulher e já a havia agredido e ameaçado de morte em diversas oportunidades. Contra o enteado, havia ainda um sentimento de raiva. Ele chegou a confessar que a relação entre os dois não era harmoniosa e que toda vez que discutiam ele tinha “vontade de matar o enteado com um tiro”.

O juiz sumariante do 1º Tribunal do Júri de Belo Horizonte, Marcelo Rodrigues Fioravante, entendeu que existiam os indícios de autoria e de materialidade para pronunciar o réu, que vai responder por crimes cometidos por motivo fútil, com meio cruel, recurso que dificultou a defesa das vítimas, emprego de fogo para finalizar a execução dos homicídios e pelo crime de feminicídio em relação à ex-companheira. O acusado deve permanecer preso até o julgamento.

Com BHAZ

Avatar

Redação Redação

COMENTAR

Clique aqui para enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eldorado1300

AGENDA

setembro 2020
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Publicidade

ARQUIVO GERAL

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

Redação Redação

Avatar

SILVA JUNIOR

Silva Júnior

Silva Júnior

Silva Júnior - Jornalista, radialista, colunista e setorista do futebol sete-lagoano, assina ainda o programa Eldorado nos Esportes na Rádio Eldorado AM 1300

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.

Rádio Eldorado