Super Destaques

Passando a Limpo desta sexta (17) recebeu os candidatos a prefeito Mestre Tranquilo e Caramelo

Os candidatos a Prefeito Mestre Tranquilo e Caramelo com Álvaro Vilaça, Wagner Oliveira e Edivar Gamela nos Estúdios da Rádio Eldorado.
Os candidatos a Prefeito Mestre Tranquilo e Caramelo com Álvaro Vilaça, Wagner Oliveira e Edivar Gamela nos Estúdios da Rádio Eldorado.

Primeiros candidatos concedem entrevista no Passando a Limpo

O Programa Passando a Limpo desta sexta-feira (17), apresentado por Álvaro Vilaça e Wagner Oliveira, recebeu nos estúdios da Rádio Eldorado AM1300, os candidatos a Prefeito de Sete Lagoas, Geraldo Magela Martins dos Santos (Mestre Tranquilo) e Cláudio Henrique Nacif Gonçalves (Caramelo) para serem entrevistados e falarem sobre as propostas de governo. A entrevista desta sexta contou também com a participação do entrevistador Edivar Gamela, que apresenta o Programa Frente a Frente, diariamente na Eldorado, a partir das 13 horas.

As eleições suplementares na cidade estão marcadas para o próximo dia 02 de junho e o papel da imprensa neste momento é determinante para que o processo eleitoral seja coroado de êxito.

Mestre Tranquilo foi o primeiro entrevistado respondeu às seguintes perguntas:

01 – Por que o senhor é candidato a Prefeito de Sete Lagoas e por quais motivos considera que está preparado para ser o chefe do executivo da cidade?

Sou candidato, pois desejo promover melhorias na cidade que tanto sofre. Estou preparado para promover melhorias para a população.

02 – Na área de saúde, quais são os seus projetos? Existe a possibilidade de ampliar o atendimento nas Unidades de Saúde para atender 24h? E sobre o Hospital Regional, o que o senhor planeja?

Ao regularizar a situação financeira conseguiremos efetuar os pagamentos dos funcionários da saúde e realizar as melhorias necessárias. A obra do Hospital Regional está parada devido ao roubo dos cofres públicos.

03 – Quais serão as ações de seu governo para melhorar o atendimento de emergências na área da Saúde considerando a atual estrutura da Unidade Municipal?

Colocar em dia os pagamentos dos funcionários, melhorar a qualidade de estrutura dos pontos de atendimento e uma melhor qualidade de trabalho para os funcionários.

04 – Com relação a área educacional, a rede pública, incluindo escolas e creches, quais são os seus projetos de investimento e de melhoria da qualidade de ensino para esse setor?

Regularizar os pagamentos aos profissionais da educação, realizar a entrega dos kits escolares para os alunos que necessitam de auxílio e uma melhoria das escolas em estrutura como reformas e construção de quadras.

05 – De que forma o senhor pretende aumentar e investir os recursos da arrecadação municipal?

Pretendo reduzir a taxa de esgoto e a taxa de lixo que são abusivas e assim promover maior movimentação de valores para os cofres públicos.

06 – Na área de Segurança Pública, a Polícia Militar, Conselhos e demais entidades serão chamadas para decidir sobre os recursos? Mais câmeras de vigilância poderão ser instaladas para evitar assaltos ou algum tipo de violência conforme tem ocorrido com frequência na cidade? Fale também sobre seus planos para a Guarda Municipal de Sete Lagoas.

Iremos realizar uma parceria com o 25º Batalhão da Polícia Militar visando solucionar os problemas da segurança pública na cidade. Os Guardas Municipais no momento não têm preparo para realizar um trabalho ainda melhor do que tem sido feito. Quanto aos assassinatos e roubos na cidade algo precisa ser feito com urgência e acredito que esta parceria irá somar muito.

07 – Sendo eleito, o senhor trabalha com a possibilidade de buscar parcerias e novas empresas para Sete Lagoas? Quais serão os incentivos para que novas empresas se instalem no município?

A princípio devemos baixar os impostos abusivos. Atualmente temos um número aproximado de 17 siderúrgicas que movimentam a economia da cidade e precisam ser mais valorizadas. As queixas da passividade dos políticos são constantes e é chegada a hora de solucionar os problemas para mantê-las na cidade.

08 – O aumento da geração de emprego e renda com o fortalecimento das empresas depende basicamente do que para se concretizar?

Vai depender da melhoria das condições da nossa cidade, da diminuição das taxas para movimentar a economia e gerar mais empregos.

09 – Tendo em vista que os recursos disponíveis no município estão escassos, ainda assim, quais são os seus projetos para as áreas de esporte e cultura?

A prefeitura não está escassa, ela tem fonte de renda, porém esse dinheiro está nos bolsos de alguém. A permanência de interesses particulares de políticos faz com que esse dinheiro esteja retido sendo impedido de ser investido.

10 – Como o senhor pretende conduzir o relacionamento de Sete Lagoas com o Governo Estadual, que tantos problemas trouxe para os municípios mineiros nos últimos anos?

Desejo uma conversa direta com o Governador Zema para expor os problemas da cidade e contar com ele para que tudo seja solucionado.

11 – O que o senhor acha do candidato que tenta comprar votos e do eleitor que vende seu voto?

Ambos são “cara de pau”. Esse tipo de atitude é lamentável e muito me admira o quanto tem sido investido nas campanhas eleitorais. É algo a se perguntar: de onde vem todo esse dinheiro?

12 – Considerações finais…

“Estamos aqui diante os nossos eleitores, sendo ouvidos e tenho o privilégio de ajudar o povo carente, a conquistar a casa própria e solucionar muitos dos problemas da cidade. Os atuais governantes não estão cumprindo com os deveres para com os funcionários, então pretendo proporcionar o melhor ao povo sete-lagoano. Os políticos trabalham para o povo”. Assim concluiu o candidato.

Na sequência Caramelo iniciou a entrevista agradecendo e parabenizando a iniciativa da Rádio Eldorado e respondeu às mesmas perguntas feitas pelos entrevistadores.

01 – Por que o senhor é candidato a Prefeito de Sete Lagoas e por quais motivos considera que está preparado para ser o chefe do executivo da cidade?

Sou candidato a prefeito pois neste período de Prefeito Interino pude perceber que Sete Lagoas tem grandes possibilidades de crescimento. No meu período da vida política, sempre analisei quais são os problemas e como é possível solucioná-los.

02 – Na área de saúde, quais são os seus projetos? Existe a possibilidade de ampliar o atendimento nas Unidades de Saúde para atender 24h? E sobre o Hospital Regional, o que o senhor planeja?

A saúde é uma prioridade, o problema é a gestão. Precisamos investir na atenção primaria (prevenção), pois com a falta de médicos nos postos ocorre a superlotação nas UPA’s e Hospital Municipal. Nosso serviço de urgência e emergência é satisfatório, precisamos apenas organizar. Não é falta de dinheiro e sim falta de gestão. O Hospital Regional é uma obra do estado, porém nós, como cidadãos sete-lagoanos, temos que solicitar sim a conclusão da obra, mas além de concluí-lo é preciso certificar se temos condições de arcar com a manutenção do mesmo. Uma obra desta é muito dinheiro investido.

03 – Quais serão as ações de seu governo para melhorar o atendimento de emergências na área da Saúde considerando a atual estrutura da Unidade Municipal?

Precisamos reconhecer que há falta de humanização no tratamento com os pacientes. Solucionar a falta de médicos nos postos e a melhora da estrutura e valorização dos profissionais são pontos de importantes. Investimento na capacitação dos profissionais é um dos meus objetivos.

04 – Com relação a área educacional, a rede pública, incluindo escolas e creches, quais são os seus projetos de investimento e de melhoria da qualidade de ensino para esse setor?

A educação em toda campanha é sempre falada, acredito ser a solução do país. Sempre a educação é incentivo de campanha, mas não é colocada em prática após o candidato se eleger. A minha escolha do secretario de educação é fundamental para concretização dos planos e cada caso é estudado. Darei a oportunidade para quem vai conduzir a área da educação com muita experiência e entendemos que a educação é primordial.

05 – De que forma o senhor pretende aumentar e investir os recursos da arrecadação municipal?

O Estado e o Município têm de caminhar juntos. Sete Lagoas por si só atrai vários investidores, que procuram a cidade e visam valorizá-la. Investir em quem dá valor a cidade é primordial, devemos facilitar a vinda de empresas para gerar emprego para nossa população. Em primeiro lugar o ser humano, o dinheiro é consequência. Isto influencia diretamente na gestão da cidade.

06 – Na área de Segurança Pública, a Polícia Militar, Conselhos e demais entidades serão chamadas para decidir sobre os recursos? Mais câmeras de vigilância poderão ser instaladas para evitar assaltos ou algum tipo de violência conforme tem ocorrido com frequência na cidade? Fale também sobre seus planos para a Guarda Municipal de Sete Lagoas.

A segurança pública teve um grande avanço, porém não podemos acomodar. É aguardada a chegada de 60 policiais para Sete Lagoas, só estamos esperando o Estado liberar e isso será determinante para a diminuição da criminalidade. A Guarda Municipal da cidade precisa de uma melhor estrutura de trabalho para gerar mais resultados, é preciso principalmente voltar as  origens do cuidado do patrimônio público, ter melhores condições de trabalho para desenvolver uma maior atuação. Devemos pensar no coletivo e manter um bom relacionamento com o Estado.

07 – Sendo eleito, o senhor trabalha com a possibilidade de buscar parcerias e novas empresas para Sete Lagoas? Quais serão os incentivos para que novas empresas se instalem no município?

O “x” da questão é que precisamos de um atrativo para novas empresas virem para Sete Lagoas, para assim gerar emprego. A arrecadação do IPTU e os impostos precisam ser revistos.

08 – O aumento da geração de emprego e renda com o fortalecimento das empresas depende basicamente do que para se concretizar?

As pequenas empresas promovem dignidade para as pessoas, “uma pequena empresa” que contrata 15 funcionários soma muito na cidade. Se cada pequena empresa contrata de 15, 20 ou 30 funcionários promove uma grande mudança na realidade econômica da cidade e na vida dessas pessoas. Assim, o número de desempregados vai diminuir, a circulação de dinheiro retorna, a cidade ganha credibilidade e assim será cumprido o combinado e acordado.

09 – Tendo em vista que os recursos disponíveis no município estão escassos, ainda assim, quais são os seus projetos para as áreas de esporte e cultura?

Temos uma dívida com a sociedade sete-lagoana. O investimento na cultura e no esporte diminui a demanda dos problemas de saúde. É uma estratégia inteligente promover a interação da população com os pontos de lazer da cidade, sempre contribuindo com a reconstrução de espaços específicos e com opções de lazer constantemente propostas.

10 – Como o senhor pretende conduzir o relacionamento de Sete Lagoas com o Governo Estadual, que tantos problemas trouxe para os municípios mineiros nos últimos anos?

Da melhor maneira possível, pois como afirmei em uma pergunta anterior o Estado e o Município precisam andar juntos. Se mantendo um bom relacionamento é difícil alcançar certos objetivos, imagina com conflitos.

11 – O que o senhor acha do candidato que tenta comprar votos e do eleitor que vende seu voto?

A pessoa é na política o que ela é na vida, cheguei até aqui reeleito a vereador e presidente da Câmara pela minha conduta pessoal, minha índole e caráter. A evolução na crise política faz 0 povo conhecer muito dos seus direitos, criticar e cobrar. Para quem vende ou compra votos o preço sai muito alto no final das contas.

12 – Considerações finais…

“Meus agradecimentos aos servidores públicos, que mesmo diante da dificuldade que encontraram recentemente com a falha nos cofres públicos não deixaram a peteca cair. Sete Lagoas tem jeito, a candidatura é de um grupo de pessoas que faz acontecer, minha admiração ao Pastor Alcides, candidato a vice junto comigo, que é um exemplo de honestidade. Sou uma pessoa aberta ao diálogo, tenho meus objetivo bem claros e vou colocar Sete lagoas no eixo”, assim concluiu o candidato Caramelo.

Nas duas próximas sextas-feiras a Rádio Eldorado receberá os outros quatro candidatos ao cargo de Prefeito de Sete Lagoas. O programa Passando a Limpo vai ao ar pela Rádio Eldorado todas as sextas-feiras às 08h da manhã, com transmissão ao vivo e em vídeo pelo site SeteLagoas.com.br, além de reprises aos domingos, logo após as jornadas esportivas na Rede Eldorado de Comunicação. Todas as entrevistas com os candidatos também estão sendo reprisadas no Programa Frente a Frente, às 13 horas.

Da Redação

Eldorado1300

AGENDA

maio 2019
D S T Q Q S S
« abr    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Publicidade

ARQUIVO GERAL

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

Aldryene Prata

Aldryene Prata

SILVA JUNIOR

Silva Júnior

Silva Júnior

Silva Júnior - Jornalista, radialista, colunista e setorista do futebol sete-lagoano, assina ainda o programa Eldorado nos Esportes na Rádio Eldorado AM 1300

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.