Esporte

Marcos Rocha critica ‘liberdade’ de Alexandre Gallo no Atlético e rebate vaias da torcida

Foto: Web
Foto: Web

Ídolo alvinegro, lateral deixou o clube em dezembro de 2017

Marcos Rocha reencontrou o Atlético pela primeira vez como titular pelo Palmeiras e saiu ‘por cima’. Vaiado por parte da torcida presente no Mineirão, o lateral-direito, ídolo alvinegro, foi um dos melhores em campo e, após a vitória por 2 a 0 no duelo, pôde rebater a manifestação contrária dos torcedores. O camisa 2 ainda aproveitou um questionamento para criticar o papel do ex-diretor atleticano Alexandre Gallo no clube mineiro.

Gallo assumiu a diretoria de futebol do Atlético no fim de 2017, quando Sérgio Sette Câmara venceu a eleição para presidente do clube. O ex-jogador, no entanto, já vinha desempenhando papel importante na reestruturação do elenco alvinegro. Rocha foi um dos que deixou a Cidade do Galo a partir desta gestão atual.

Alexandre Gallo foi um dos principais alvos de críticas da torcida nesses quase 18 meses de Sette Câmara na presidência. O Atlético contratou 18 jogadores sob sua gestão no futebol e muitos acabaram dispensados sem grandes participações no clube. No período, também passaram os treinadores Oswaldo de Oliveira, Thiago Larghi e Levir Culpi.

“Tenho primeiro que respeitar todos os meus antigos companheiros (que ainda estão no Atlético), mas o Alexandre Gallo chegou querendo fazer uma revolução, e hoje o Atlético está colhendo os frutos da liberdade que deu para ele”, apontou o lateral.

Ao explicar a crítica ao dirigente, em entrevista ao  Superesportes, Rocha disse que sabia que deixaria o Atlético no momento em que Gallo assumiu. Depois de mais de uma ano e meio, o lateral disparou: ‘Cada um colhe seus frutos’, ao se dizer feliz no momento no Palmeiras.

“Quando o Atlético anunciou, em setembro de 2017, a chegada do Alexandre Gallo, naquele momento eu já liguei para o meu irmão, que cuidava da minha situação, e falei que meu ciclo no Atlético iria acabar. Eu sabia que ele estava chegando para fazer uma limpa, para começar do zero uma nova história para o clube. Só que acho que algumas decisões foram erradas, no meu pensamento como torcedor também. Agora, cada um colhe seus frutos. Eu estou feliz, fui campeão brasileiro e o Atlético encontra um pouco de dificuldades por causa de algumas contratações que não deram certo”, comentou.

Vaias da torcida

Sobre as vaias que recebeu vindas das arquibancadas do Mineirão, Rocha ressaltou seu respeito pelo Atlético, mas aproveitou para alfinetar aqueles que o criticam. ”Tenho uma linda história dentro do clube, e quem está me vaiando vai ter que lembrar do meu nome pelo resto da vida”, disse.

Da redação:superesportes

 

Eldorado1300

AGENDA

julho 2019
D S T Q Q S S
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Publicidade

ARQUIVO GERAL

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

Linda Martins

Linda Martins

SILVA JUNIOR

Silva Júnior

Silva Júnior

Silva Júnior - Jornalista, radialista, colunista e setorista do futebol sete-lagoano, assina ainda o programa Eldorado nos Esportes na Rádio Eldorado AM 1300

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.