Super Destaques

Transporte público terá mudanças a partir de abril

CARTÃO ÚNICO –Geraldo afirma que empresas buscam solução conjunta para a bilhetagem eletrônica
CARTÃO ÚNICO –Geraldo afirma que empresas buscam solução conjunta para a bilhetagem eletrônica

Presidente da Cooperseltta diz que serviço terá novo quadro de horários

A criação de uma Câmara de Compensação e de novos quadros de horários podem ser medidas implantadas em abril para melhorar o transporte coletivo em Sete Lagoas. As ações vão envolver a Turi e a Cooperseltta, empresas que prestam o serviço na cidade.

A concessionária e a permissionária do transporte alternativo ainda buscam uma solução conjunta para resolver a situação da bilhetagem eletrônica, com a criação do Cartão Único previsto em Lei Municipal desde 2009.

As informações foram repassadas ao HOJE CIDADE pelo presidente da Cooperseltta, Geraldo Vieira. A cooperativa, responsável pelo transporte alternativo em Sete Lagoas, fechou 2018 com um déficit superior a R$ 6 milhões.

Foram mais de 1,8 milhão de passageiros transportados por meio da gratuidade do passe livre no período, ou seja, 155 mil por mês.

Segundo Geraldo Vieira, uma negociação está em andamento entre as duas prestadoras do serviço para solucionar problemas do transporte público na cidade.

Qual a situação do transporte alternativo de Sete Lagoas?
A situação do transporte público é delicada. Há muito tempo estamos trabalhando de forma deficitária, sempre no vermelho em virtude de várias situações que chegaram a um patamar em que hoje o transporte está tornando-se inviável por vários fatores, dentre eles, o aumento significativo das despesas naturais, como combustível, pneus, peças etc. O público que já transportamos não é o mesmo devido a outras alternativas de transporte na cidade e, com isso, perdemos muitos passageiros.

Qual é saída para essa situação?
Estamos buscando uma saída porque o transporte está inserido em um planejamento de uma cidade como outros setores e, como tal, precisa de uma discussão mais ampla para que as empresas prestadoras sejam autossustentáveis e que possam prestar um serviço de qualidade. Esta discussão passa pela Câmara de Vereadores e o que vemos hoje é uma preocupação em conceder o passe livre, mas não vemos a mesma preocupação com a saúde financeira das empresas prestadoras do serviço. Hoje temos uma quantidade enorme de veículos operando de forma desorganizada. Ônibus Cooperseltta e Turi fazem os mesmos itinerários, disputando os mesmos pontos, gerando muita insatisfação. Precisa de um alinhamento.

Essa organização do sistema está sendo feita?
Temos uma negociação em andamento há quase seis meses para a busca desta organização entre Cooperseltta e Turi. Acredito que a situação será resolvida da melhor forma possível e que atenda as empresas e usuários. Desde que o transporte alternativo foi criado, o poder público não teve condições de ter um órgão para organizar o sistema e, com isso, Cooperselta e Turi estão trabalhando neste sentido. A ideia é criar uma série de ações, como quadros de horários que vão resolver grande parte dos problemas e condições de custear as despesas para garantir a prestação do serviço.

A Turi vai assumir ônibus do alternativo?
Em momento algum esta negociação prevê que a Turi assuma veículos da Cooperseltta. A permissão é individual, ele tem contrato de prestação de serviço com o município, que proíbe qualquer tipo de venda ou arrendamento do veículo. Hoje são 74 veículos que prestam o serviço pela Cooperseltta e 102 ônibus pela Turi, totalizando 176 veículos. Essa situação será resolvida com a criação do quadro de horários que atenda às duas prestadoras do serviço, distribuindo melhor os veículos e atendendo melhor à população. Temos hoje permissionários que passam por muitas dificuldades em função de toda esta desorganização. Além disso, queremos criar também um aplicativo de celular que facilite a vida do usuário.

Da Redação

Barbara Dias

Barbara Dias

Jornalista com especialização em publicidade e marketing, coordenadora do Portal Sete, editora chefe do Jornal Hoje Cidade e assina o programa Tarde Viva na Rádio Eldorado AM 1300

COMENTAR

Clique aqui para enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eldorado1300

AGENDA

setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Publicidade

ARQUIVO GERAL

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

Barbara Dias

Barbara Dias

Jornalista com especialização em publicidade e marketing, coordenadora do Portal Sete, editora chefe do Jornal Hoje Cidade e assina o programa Tarde Viva na Rádio Eldorado AM 1300

SILVA JUNIOR

Silva Júnior

Silva Júnior

Silva Júnior - Jornalista, radialista, colunista e setorista do futebol sete-lagoano, assina ainda o programa Eldorado nos Esportes na Rádio Eldorado AM 1300

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.