Policial Super Destaques

Vândalos depredam Igreja Santo Antônio e quebram vidraças usando skate

DSC00612

Imagens de dois indivíduos, aparentemente do sexo masculino, portando nas mãos skates, circularam nas redes sociais e chocaram muitos sete-lagoanos. A razão do espanto é que ambos estavam em atitude suspeita em uma das laterias da Catedral de Santo Antônio, usando a prancha esportiva para quebrar as vidraças do patrimônio histórico municipal.

WhatsApp Image 2019-01-18 at 09.55.46

Em contato com a secretaria da paróquia, a redação do Portal Sete foi informada que o fato é verídico e que os suspeitos vandalizaram quase todas as vidraças da parte inferior das janelas que ficam de frente para o colégio Regina Pácis. Nenhuma tentativa de arrombamento ou roubo foi identificada, o que leva a creer que o ato foi por pura maldade.

WhatsApp Image 2019-01-18 at 09.55.37

Apesar dos prints da câmera de segurança apontarem a ocorrência no dia 14 de janeiro de 2019, Luciana, uma das secretárias da paróquia afirmou que o fato aconteceu na noite do dia 13, e que assim que tomaram ciência do caso, procuraram a meios para confecção do Boletim de Ocorrência e possível investigação e penalidade aos culpados.

A Polícia Militar confirmou a ocorrência e data do ato no dia 13, além de pontuar que seu registro aconteceu no dia 14 pela Polícia Civil.

Patrimônio Histórico de Sete Lagoas

A Catedral de Santo Antônio tem sua criação datada no ano de 1886, e foi elevada à condição de Cátedra Episcopal em 1955. Em 1775 já existia uma capela, onde se deu a construção da catedral. Erguida por vários construtores,teve pinturas no teto e nas paredes executadas pelo pintor italiano Julio Goretti. A paróquia foi fundada em 1841, após a chegada do vigário José Vicente de Paula Elisiário que assumiu a paróquia em novembro de 1843. A obra, entretanto, apenas foi concluída em 1886, quando era vigário o cônego Raimundo Nonato Vaz de Mello. A Paróquia já sofreu uma grande reforma em 1941 em virtude das comemorações do primeiro centenário e foi transformada em Catedral Matriz de Santo Antônio.

Pena

De acordo com o Art. 163 do Código Penal Brasileiro – Destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia: Pena – detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa. Pena – detenção, de 6 (seis) meses a 3 (três) anos, e multa, além da pena correspondente à violência.

Entretanto, a pena é aumentada se presentes as circunstâncias previstas no parágrafo único, o denominado dano qualificado, com pena de detenção, de seis meses a três anos, e multa, além da pena correspondente à violência.

Dentre as circunstâncias está o fato do dano ter sido praticado contra o patrimônio da União, Estado, Município, empresa concessionária de serviços públicos ou sociedade de economia mista.

Da Redação

Barbara Dias

Barbara Dias

Jornalista com especialização em publicidade e marketing, coordenadora do Portal Sete, editora chefe do Jornal Hoje Cidade e assina o programa Tarde Viva na Rádio Eldorado AM 1300

COMENTAR

Clique aqui para enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eldorado1300

AGENDA

setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Publicidade

ARQUIVO GERAL

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

Barbara Dias

Barbara Dias

Jornalista com especialização em publicidade e marketing, coordenadora do Portal Sete, editora chefe do Jornal Hoje Cidade e assina o programa Tarde Viva na Rádio Eldorado AM 1300

SILVA JUNIOR

Silva Júnior

Silva Júnior

Silva Júnior - Jornalista, radialista, colunista e setorista do futebol sete-lagoano, assina ainda o programa Eldorado nos Esportes na Rádio Eldorado AM 1300

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.