Repasse de R$ 34 milhões do Fundeb para Sete Lagoas não é verdade

0
865
Fachada da Prefeitura de Sete Lagoas - Foto Mateus Martins

Recursos depositados nesta quinta-feira ficam em pouco mais de R$ 500 mil; dívida do fundo em atraso ultrapassa os R$ 20 milhões

A Prefeitura de Sete Lagoas concentra os esforços para equacionar problemas provocados pelo confisco de R$ 121 milhões do Governo do Estado de Minas Gerais, principalmente quanto ao pagamento dos servidores municipais. Neste momento, movimentações no Portal de Repasses, que podem ser acompanhadas por qualquer cidadão, estão provocando interpretações equivocadas. A administração municipal já firmou compromisso com o funcionalismo, por meio de representações sindicais, que recursos transferidos para os cofres públicos serão direcionados para o acerto das folhas em atraso.

Nesta quinta-feira, 10, um extrato de correção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos profissionais da Educação (Fundeb) referente a 2018 foi publicado no Portal de Repasses. O valor de crédito chega a R$ 34.729.667,75 e é acompanhando pelo débito de 34.186.398,10. Na verdade, o crédito positivo de R$ 547.741,50 se refere ao valor que deve ser repassado nesta quinta-feira, 10.

Este tipo de publicação se trata de uma formalidade que ocorre todo ano tendo como referência as transferências realizadas do fundo nos doze meses anteriores. Logo, o valor que foi registrado como credito e automaticamente foi debitado. Todos os municípios de Minas Gerais receberam este registro em seus extratos.

Balanço da Associação Mineira dos Municípios (AMM) divulgado nesta quarta-feira, 9, mostra que Sete Lagoas tem a receber, somente do Fundeb, mais de R$ 20 milhões.

Renato Alexandre

Assessoria de Comunicação Social

Deixe uma resposta