Esporte

Apresentado, Guga relembra ‘não’ do Atlético, lista qualidades e revela inspiração em Daniel Alves e Cafu

Foto: Web
Foto: Web

Lateral-direito de 20 anos se disse ansioso para estrear com a camisa alvinegra

“Meu latera, meu latera!”, exclamou o diretor de futebol Marques ao deixar a sala de imprensa na Cidade do Galo, na tarde desta terça-feira. O ex-atacante e ídolo do Atlético acabara de iniciar a apresentação de Guga, novo lateral-direito do clube. A responsabilidade de fazer jus às palavras do dirigente se mistura à ansiedade de finalmente vestir a camisa alvinegra.
A ansiedade está a mil. Toda vez que paro um pouco e fico pensando, só imagino entrando no estádio com a camisa do Galo, ver essa torcida fazendo a festa, aquilo que sabe fazer. É uma torcida apaixonada. Estou muito empolgado para estrear logo”, disse.
Carioca, Guga nasceu Cláudio Rodrigues Gomes e tem 20 anos. O apelido surgiu ainda na base, em função da semelhança ao visual do ex-tenista Gustavo Kuerten, ex-número 1 do mundo no esporte. “Até meus pais me chamam assim agora (risos)”, disse.
O apelido ganhou força especialmente porque o lateral-direito foi formado nas categorias inferiores do Avaí, time para o qual o “verdadeiro” Guga torce. Mas, antes de jogar pelo clube catarinense, o jovem jogador quase se tornou atleta do Atlético. O clube alvinegro, entretanto, o recusou.
“Na época que eu vim fazer teste (no Atlético), eu tinha acabado de ser mandado embora do Botafogo. Estava com o psicológico um pouquinho abalado, estava triste. Por ser muito novo, saber lidar com uma dispensa, pois tinha passado cinco anos no Botafogo, foi muito difícil. Quando vim para cá, não consegui render o que eu podia render. É normal”, relembra.
Para superar o momento ruim, Guga se inspirou em um outro ídolo do esporte nacional: Cafu. O ex-lateral-direito, capitão do pentacampeonato mundial da Seleção Brasileira em 2002, tem no histórico uma série de negativas em testes nas categorias de base. Um deles, inclusive, foi do próprio Atlético.
“Quantos jogadores já fizeram testes e foram reprovados? O próprio Cafu, melhor lateral do mundo, foi reprovado um monte de vezes e deu a volta por cima. Isso só nos dá lição, só nos dá aprendizado para seguir tentando. Quando eu botei na minha cabeça que eu tinha que dar um algo a mais nos testes, já tinha passado. Faz parte do futebol. Todo jogador passa por isso. Me sinto muito honrado por poder vestir essa camisa agora”, disse.
Inspiração
Cafu não foi o único lateral-direito citado por Guga na entrevista. O jovem jogador do Atlético também citou Daniel Alves, do PSG, como inspiração.
“Tive o prazer e a honra de conhecê-lo. Foi um momento marcante, porque é um ídolo de posição no futebol para mim. Conhecendo a pessoa dele, a admiração cresceu. A parte de estilo, acho que tenho um pouquinho mais (risos)”, brincou, em referência aos visuais extravagantes do companheiro mais famoso.
Assim como Daniel Alves e Cafu, o novo lateral-direito do Atlético se classifica como um jogador ofensivo. Batedor de pênaltis, fez quatro gols em 51 partidas em 2018 com a camisa do Avaí.
“Me considero um lateral mais ofensivo que defensivo, mas sabendo das minhas responsabilidades de marcar. Ano passado, dei boas assistências. O número de passes para finalizações foi alto. Desde a base, sempre treinei muito pênalti, sempre bati. No Avaí, o professor Geninho me colocou para bater”, completou.
Num primeiro momento, Guga briga pela titularidade na lateral direita com Patric. Dono da posição no final de 2018, Emerson serve a Seleção Brasileira sub-20 na disputa do Sul-Americano da categoria, no Chile.
Portanto, o novo reforço alvinegro pode até mesmo disputar a partida de estreia do Atlético na Copa Libertadores. O time alvinegro visitará o Danubio, do Uruguai, em 5 de fevereiro, a partir das 19h15 (de Brasília). O duelo no estádio Luis Fronsini, em Montevidéu, vale pela segunda fase da competição.
Da redação:superesportes

Eldorado1300

AGENDA

junho 2019
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Publicidade

ARQUIVO GERAL

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

Thiago Maia

Thiago Maia

SILVA JUNIOR

Silva Júnior

Silva Júnior

Silva Júnior - Jornalista, radialista, colunista e setorista do futebol sete-lagoano, assina ainda o programa Eldorado nos Esportes na Rádio Eldorado AM 1300

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.