Vice do Cruzeiro diz que Dedé não tem preço e descarta negociá-lo no momento

0
42
Foto: Web

Recentemente, Dedé revelou ter recebido uma sondagem do Lyon, da França

Cruzeiro está disposto a fazer sacrifícios para manter sua zaga titular para a temporada 2019. Nos últimos dias, o clube recusou proposta mexicana de US$ 3 milhões pelo zagueiro Leo, de 30 anos. Já nesta quarta, anunciou a ampliação do contrato do defensor até dezembro de 2022. Já em relação a Dedé, um dos principais ídolos da torcida, o vice-presidente de futebol, Itair Machado, descarta até abrir negociações com pretendentes do exterior.

Dedé, também com 30 anos, teve contrato prorrogado em agosto passado até dezembro de 2021. Segundo Itair Machado, a permanência do ‘Mito’ é tratada como prioridade da gestão do presidente Wagner Pires de Sá.
Recentemente, Dedé revelou ter recebido uma sondagem do Lyon, da França.
”O Dedé, o Cruzeiro não vende. Já avisei a ele e ao procurador, por dinheiro nenhum. O Dedé a gente não vende. (…) O Dedé tem um grande salário, é identificado com o Cruzeiro e enquanto eu for dirigente do Cruzeiro e o Wagner Pires for o presidente, a intenção nossa é não vender. A não ser que o jogador fale que quer ir embora”, disse Itair Machado à TV Record.
Foto: Web
Foto: Web
Machado chegou a classificar a defesa cruzeirense como a melhor do mundo. ”Era para ter vendido agora, recente, o Leo zagueiro. Nnão aceitei proposta. Veio proposta do México pelo Leo. Falei para ele, ‘Leo, por esse valor a gente não vende’. Proposta de US$ 3 milhões. O procurador dele é que me ligou, oferecendo, e eu falei ‘não, nesse momento, se for acima de US$ 8 milhões, o Cruzeiro vende’. É difícil conseguir uma zaga como o Cruzeiro tem hoje jogando o Dedé e o Leo. Eu considero hoje, sem exagero, que os dois zagueiros nossos, jogando juntos, da maneira como estão encaixados, são os dois melhores zagueiros até do mundo”, declarou Itair à emissora.
Além de Leo e Dedé, o técnico Mano Menezes dispõe na Toca da Raposa II dos zagueiros Manoel, Cacá e Murilo.
Da redação:superesportes

Deixe uma resposta