Arnaldo Martins Colunistas

O PRESENTE DE GREGO

portal-sete-cebolinha-23-09-2016

É um tal de disse me disse na mídia a respeito do corte ou não do 13º salário do trabalhador brasileiro que deixa todo mundo louco.

Aliás, todo mundo (vírgula), somente o trabalhador que ganha “merreca” né!

Diz um sábio ditado brasileiro que “onde há fumaça, há fogo”, portanto, o papo já anda circulando pelos corredores lá em Brasília, e se é fato ou boato eu não sei.

Fala-se muito que o 13º salário é um presente que o trabalhador brasileiro tem direito pelos serviços prestados durante o ano.

Será mesmo um presente?

Como eu disse no título de nossa Conversa Afiada, só se for o presente de grego.

Acompanhe o raciocínio abaixo:

Suponhamos que você ganha R$ 880,00 por mês.

Multiplicando-se esse salário por 12 meses, você recebe um total de R$ 10.560,00 por um ano de doze meses.

Em Dezembro, o generoso governo manda então pagar-lhe o conhecido 13º salário.

R$ 10.560,00 + 13º salário = R$ 11.440,00

R$ 10.560,00 (Salário anual) + R$ 880,00 (13º salário) = R$ 11.440,00 (Salário anual mais o 13º salário).

E o trabalhador vai para casa todo feliz com o governo que mandou o patrão pagar o 13º.

Façamos agora um rápido cálculo aritmético:

 – Se o trabalhador recebe o valor de R$ 880,00 por mês e o mês tem quatro semanas, isso significa que ganha por semana o valor de R$ 220,00.

R$ 880,00 que é o salário mensal dividido por quatro semanas do mês é igual a R$ 220,00 que é o salário semanal.

O ano tem 52 semanas (confira no calendário se tens dúvida).

Se multiplicarmos R$ 220,00 (Salário semanal) por 52 (número de semanas anuais) o resultado dessa conta será R$ 11.440,00.

R$ 220,00 (Salário semanal) x 52 (número de semanas anuais) = R$ 11.440,00.

O resultado acima é o mesmo valor do Salário anual mais o 13º salário.

Surpresa!

Onde está, portanto o 13º Salário?

A resposta é que o governo, que faz as leis, lhe tira uma parte do salário durante todo o ano, pela simples razão de que há meses com 30 dias, outros com 31 e também meses com quatro ou cinco semanas.

Ainda assim, apesar de cinco semanas o governo só manda o patrão pagar quatro semanas o salário, mesmo tenha o mês 30 ou 31 dias, quatro ou cinco semanas.

No final do ano o generoso governo presenteia o trabalhador com um 13º salário, cujo dinheiro saiu do próprio bolso do trabalhador. Entendeu?

Se o governo retirar o 13º salário dos trabalhadores, o rombo é duplo.

Daí que não existe nenhum 13º salário, o governo apenas manda o patrão devolver o que

sorrateiramente foi tirado do salário anual.

Conclusão:

Os Trabalhadores recebem o que já trabalharam e não um adicional.

13º Não é um prêmio e nem tampouco uma gentileza.

13° também não é uma concessão.

13° é simplesmente o pagamento pelo tempo trabalhado no ano.

espetinho-rodizio-145-x-125

Até a semana que vem se Deus quiser,

e Ele há de querer.

Por Arnaldo Martins

Cebolinha 

Barbara Dias

Barbara Dias

Jornalista com especialização em publicidade e marketing, coordenadora do Portal Sete, editora chefe do Jornal Hoje Cidade e assina o programa Tarde Viva na Rádio Eldorado AM 1300

COMENTAR

Clique aqui para enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eldorado1300

AGENDA

outubro 2020
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Publicidade

ARQUIVO GERAL

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

Barbara Dias

Barbara Dias

Jornalista com especialização em publicidade e marketing, coordenadora do Portal Sete, editora chefe do Jornal Hoje Cidade e assina o programa Tarde Viva na Rádio Eldorado AM 1300

SILVA JUNIOR

Silva Júnior

Silva Júnior

Silva Júnior - Jornalista, radialista, colunista e setorista do futebol sete-lagoano, assina ainda o programa Eldorado nos Esportes na Rádio Eldorado AM 1300

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.

Rádio Eldorado