Mercado e problemas médicos fazem Larghi promover mudanças bruscas no lado direito do Atlético

0
264
Foto:Web

Lateral-direito Patric é o único remanescente do setor no elenco alvinegro em relação ao período que precedeu a parada da Copa do Mundo

O Atlético encerrou a primeira parte do Campeonato Brasileiro em alta, após três vitórias consecutivas nas últimas rodadas. Após a pausa para a Copa do Mundo, a equipe voltará com algumas mudanças. E elas aconteceram pela mesma faixa do campo. Por causa do mercado de transferências e problemas médicos, três trocas vão acontecer no lado direito da equipe comandada por Thiago Larghi.

Antes da Copa, o time jogava com Patric, Leonardo Silva ou Bremer, Gustavo Blanco e Cazares ou Luan. Destes, Leonardo Silva e Gustavo Blanco estão lesionados e Bremer está sendo negociado com o Torino, da Itália. Na vaga dos zagueiros entra Gabriel, que jogava pela esquerda, vai ser deslocado para a direita. Ele vai fazer dupla com Juninho. No meio-campo, Elias foi o escolhido por Larghi.

A outra mudança acontece no meio-campo. O Atlético investiu no colombiano Yimmi Chará e ele será o dono da posição de meia-atacante pelo lado direito. Com isso, Luan jogará centralizado e Cazares fica como opção no banco de reservas.

O lateral-direito Patric é o único remanescente do setor em relação ao período que precedeu a parada da Copa do Mundo. O titular avaliou as trocas do lado em que atua em campo.

“Eu, Elias e Chará estamos treinando juntos, estamos tentando ficar mais próximos. A gente pede para o Chará conversar, tirar dúvida, falar como gosta de receber a bola. Já conseguimos fazer uma boa movimentação, fizemos boas jogadas. Mas futebol é isso, é rodagem. Todo mundo vai ter sua oportunidade. O Thiago vai tentar usar o melhor do Atlético para que a gente continue jogando bem”, destacou.

Foto: Web
Foto: Web

Patric avaliou também a troca na função mais ofensiva. Antes, ele jogava com Luan, um jogador que se dedica muito à marcação. Agora será Chará, velocista que busca o ataque constantemente.

O Luan consegue se sobressair em cada setor do campo que jogar. O grupo se fortalece com ele no meio. Com o Chará a gente ganha velocidade para o ataque e usar o bom passe do Luan para ele. Vamos controlar as subidas ao ataque para todo mundo fazer o seu melhor. Vamos tentar uma combinação com Chará e Elias, tentar assistências e esperar uma sobra para fazer um gol”, completou.

Para o jogo-treino contra o Coimbra, nesta terça-feira, às 15h, na Cidade do Galo, o Atlético deve entrar em campo com Victor, Patric, Gabriel, Juninho e Fábio Santos; Zé Welison, Elias e Luan; Chará, Róger Guedes e Ricardo Oliveira.

Da redação:superesportes

Deixe uma resposta