Esporte Super Destaques

Gols, Pênaltis, VAR, Surpresas: Veja o Raio-X da primeira rodada da Copa

Foto: Web
Foto: Web

Fim da primeira rodada da fase de grupos da Copa do Mundo da Russia! Fizemos um levantamento do que aconteceu até aqui no Mundial. Chegamos a conclusão que pode ser a Copa dos pênaltis. Nove foram marcados e sete foram convertidos em 16 partidas. E claro, o arbitro de vídeo (VAR) teve seu papel de importância ao ser decisivo na marcação de três deles: Griezman (França), Cueva (Peru) e Granqvist ( Suécia).

Foto: Web
Foto: Web

Foram 38 gols marcados em 16 partidas, média de 2,37 gols por jogo. Não estamos levando em consideração o inicio da segunda rodada, pois neste caso aumentariam as estáticas de média de gols e a participação do (VAR) na marcação de pênaltis.

Outra curiosidade foram os quatro gols de falta (Cristiano Ronaldo, Golovin, Koralov e Quintero), que já superaram os três gols de marcados em toda a Copa de 2014. O português Cristiano Ronaldo se igualou a Pelé, Suller e Klose ao marcar em 4 copas consecutivas, 2006, 2010, 2014, 2018.

Essa é a terceira Copa consecutiva que o atual campeão não vence na estreia. A Itália empatou com o Paraguai em 2010 (1 a 1), a Espanha perdeu para a Holanda em 2014 (5 a 1) e a Alemanha perdeu para o México em 2018 (1 a 0).

Opinião: Importância na estrutura tática, futebol nivelado e sistema defensivo chamam atenção nessa primeira rodada:

Analise técnica dos jogos:

GRUPO A

Russia 5 x 0 Arábia Saudita

Jogo de abertura do Mundial, seleção Russa com muitas limitações, a preparação para a Copa não apresentou bons resultados. Mas, o que vimos foi uma Arábia Saudita totalmente despreparada, taticamente e individualmente, sem material humano, além de ser, defensivamente, muito vulnerável. Mesmo sem ser muito criativa e encantadora, a Rússia conseguiu um resultado expressivo, um futebol mais físico que fez a diferença.

Uruguai 1 x 0 Egito

O resultado foi justo, mas o futebol apresentado pelos Uruguaios não. Pragmático, com duas linhas de quatro, pouca movimentação e muita ligação direta. As substituições surtiram efeito , a equipe melhorou, rendimento maior na parte final do jogo com extremos expetados e linhas altas. Gol à moda antiga, na bola aérea. Já o Egito sem seu principal jogador (Salah) perdeu sua referencia.

GRUPO B

Marrocos 0 x 1 Irã

Propostas diferentes, Marrocos tentava propor o jogo, ter a posse de bola, mas era uma equipe irresponsável. O Irã aproveitou os espaços entre as linhas, incomodou no contra ataque, mas o gol contra resumiu o que foram os 90 minutos.

Espanha 3 x 3 Portugal

Foi melhor jogo da primeira rodada, uma Espanha com muita qualidade, posse de bola, movimentação, contra Portugal que tentava executar um jogo de transição rápida no momento ofensivo. Cristiano Ronaldo fez a diferença e somente por contar com ele em campo Portugal conseguiu somar 1 ponto.

GRUPO C

França 2 x 1 Australia

Seleção Francesa de ótimos valores individuais, porém não existe o jogo coletivo. Além de um trabalho bem questionável, Dechamps se equivocou na escolha dos 23 atletas. Jogo muito ruim diante da Austrália com baixo nível técnico. Pouco criou, dificuldades pra sair jogando e quebrar a marcação do adversário, que se posicionava em bloco médio defensivo. Mesmo nesse cenário não descarto a possibilidade de titulo dos Franceses.

Dinamarca 1 x 0 Peru

Pouca capacidade técnica, falta de experiencia em competições internacionais, muita velocidade e intensidade no jogo. Era o que realmente dava pra esperar do Peru! Já da Dinamarca se esperava um pouco mais de qualidade no seu meio campo, até pelos bons jogadores que tem nesse setor, mas foi pragmática, lenta na transição, mesmo assim venceu. Lembrando que o Peru foi melhor no primeiro tempo, Cueva perdeu pênalti.

GRUPO D

Croácia 2 x 0 Nigéria

Sem fazer seu melhor jogo a Croácia venceu sem dificuldades, diante de uma Nigéria muito atrapalhada. Infelizmente, o futebol Nigeriano ainda não se deu conta da importância das questões táticas do jogo.

Argentina 1 x 1 Islandia

Longe de ser uma seleção organizada, que passe confiança, a Argentina tem ótimos jogadores, principalmente no seu sistema ofensivo. Mas, dentro de campo não existe um padrão de jogo e Sampaolli parece perdido com escolhas na convocação e no time que iniciou o jogo contra a Islândia. Mas, não podemos esquecer de valorizar a grande atuação da Islândia, claro que dentro da sua proposta de jogo.

GRUPO E

Servia 1 x 0 Costa Rica

Uma Costa Rica que manteve boa parte do seu elenco de 2014, quando avançou de fase, passando em primeiro do grupo que contava com Itália, Inglaterra e Uruguai. Por mais que sejam os mesmos jogadores, a equipe caiu de rendimento e seus atletas chegaram em má fase técnica e física para o Mundial. Já a Servia, uma equipe mais equilibrada, com um ótimo meio campo e jogadores experientes na defesa. Sem encantar, conseguiu na bola parada resolver o jogo, não sofreu defensivamente, em outras oportunidades poderia ter ampliado o placar.

Brasil 1 x 1 Suiça

A seleção comandada por Tite não foi bem na estreia, mas longe de ter feito uma atuação desastrosa. É verdade, pouco criou, sentiu falta de melhores peças no banco. Ousadia pra mudar a forma de jogar não teve, mas em nenhum momento do jogo sofreu, diante de uma Suíça que se defendeu bem, time bem compacto, com poucos espaços para o adversário encontrar uma brecha. Detalhe: Lances polêmicos, um suposto pênalti em Gabriel Jesus não marcado e gol irregular anotado a favor dos Suiços, essas foram as reclamações de Tite e de seus comandados.

GRUPO F

México 1 x 0 Alemanha

Alemanha sem equilíbrio, foi isso que vimos no primeiro tempo, quando perdia a posse dá bola e sofria com os contra ataques dos Mexicanos, que poderiam ter feito uma placar elástico na etapa inicial. Na volta para a segunda etapa, a Alemanha teve uma postura ofensiva diferente, mas continuou cedendo espaços na sua defesa, claro que em menor proporção. Resultado gigante pro México, que em momento algum se intimidou diante da atual campeã do mundo.

Suécia 1 x 0 Coréia do Sul

É sim a Copa dos pênaltis, o (VAR) entrou em ação mais uma vez, em pênalti claro a favor dos Suecos. Tecnicamente, não foi um bom jogo, porém a Suécia explorou da capacidade do jogo físico de seus jogadores para ser superior aos Coreanos.

GRUPO G

Bélgica 3 x 0 Panamá

A famosa geração Belga confirmou seu favoritismo, venceu e jogou bem, diante de um Panamá que até se esforçou e executou bem a primeira parte do plano. Mas, depois do primeiro gol da Bélgica, os espaços apareceram em virtude da mudança de postura da seleção do Panamá, que subiu um pouco as linhas na tentativa de incomodar o adversário.

Inglaterra 2 x 1 Túnisia

Bom inicio de jogo, o English Team criou muito, mas pecou nas finalizações, viu a Tunísia empatar em falha grotesca da defesa que cometeu um pênalti infantil. No segundo tempo a Tunísia reduziu os espaços, dificultou a vida dos Ingleses, mas na bola aérea, já nos descontos o time marcou o gol da vitoria.

GRUPO H

Colômbia 1 x 2 Japão

Expulsão de Carlos Sanchez aos 3 minutos de jogo e na sequencia o gol de pênalti do Japão, alternaram o panorama do jogo. Mas, não podemos deixar de valorizar a atuação dos japoneses, que não se limitaram a segurar o resultado de forma defensiva, mantendo a posse de bola. O time foi criativo e se portou bem defensivamente.

Polônia 1 x 2 Senegal

Tecnicamente, jogo muito fraco, principalmente pelo lado polonês. Eles abusaram da ligação direta, com muita lentidão em todos movimentos e não foram pró ativos em campo. Pelo lado senegalês, mesmo sem muita criatividade, a equipe imprimiu um ritmo veloz, com saídas rápida pelos lados do campo.

Dentro do que apresentou cada jogador, fiz a escolha da seleção da primeira rodada da Copa do Mundo!

Ochoa (Mexico), Gimenez (Uruguai), Granqvist (Suécia), Vertonghen (Bélgica), Kolarov (Sérvia), Golovin (Rússia), Herrera (México), Hazard (Bélgica), Cristiano Ronaldo (Portugal), Diego Costa (Espanha), Kane (Inglatrerra).

Por Thiago Maia

 

Eldorado1300

AGENDA

setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Publicidade

ARQUIVO GERAL

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

Thiago Maia

Thiago Maia

SILVA JUNIOR

Silva Júnior

Silva Júnior

Silva Júnior - Jornalista, radialista, colunista e setorista do futebol sete-lagoano, assina ainda o programa Eldorado nos Esportes na Rádio Eldorado AM 1300

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.