Super Destaques

Prefeitura de Sete Lagoas realiza campanha de vacinação antirrábica

A Secretaria de Saúde de Sete Lagoas, representada pelo secretário Magnus Eduardo Oliveira da Silva, juntamente com o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), promove, no dia 23 de setembro, a campanha anual de vacinação contra a raiva em cães e gatos. A imunização acontece das 8h às 17h em diversos pontos da cidade.

Antecedendo o dia da vacinação, várias intervenções serão realizadas em diversos pontos da cidade.  Nos dias 21 e 22, a abordagem acontece em pontos de grande movimento como a Praça do CAT, a Estação de Transbordo e nas avenidas Renato Azeredo, Tunico Reis, Coronel Américo T. Guimarães e Fernandino Junior, esquina com Senhor do Passos.

A forma mais comum de transmissão da Raiva é através do contato com a saliva do animal raivoso, através de mordeduras, arranhaduras e lambeduras. O vírus da raiva pode infectar todos os mamíferos, provocando a morte em quase todos os casos.

A vacinação é gratuita e para serem imunizados, os animais devem possuir mais de três meses de idade e não podem estar doentes. Não é necessário levar documentos. “Para os cães, os donos devem colocar coleira, guia ou corrente para que a vacinação aconteça de forma segura”, adverte Vanessa. A vacinação é gratuita, e é o único meio de prevenção contra a raiva em cães e gatos. “A vacinação deve ser reforçada anualmente, então mesmo que o animal já tenha recebido a vacina em campanhas anteriores, é preciso vacinar novamente este ano”, explica a gerente geral de Vigilância e Atenção à Saúde da Secretaria Municipal de Saúde de Sete Lagoas, Vanessa Bahia.

Diversas medidas podem ser tomadas para evitar a transmissão do vírus. “Não se aproximar de cães e gatos sem donos, nem mexer ou tocar quando os mesmos estiverem se alimentando ou dormindo, nunca tocar em morcegos ou outros animais silvestres diretamente, principalmente quando estiverem caídos no chão ou encontrados em situações não habituais”, explica Vanessa Bahia.

Em caso de contato com a saliva de cães e gatos, é importante tentar capturar o animal e observá-lo por dez dias. “Se ele continuar sadio nesse período, ou seja, sem alteração em seu comportamento, é seguro que não esteja contaminado pela raiva. Caso não seja possível capturar o animal ou se não puder observá-lo neste período, deve-se agir como se ele estivesse doente e fazer o tratamento profilático”, adverte Vanessa Bahia, que explica que essa profilaxia após a mordida por animais suspeitos deve ser iniciada o mais rápido possível. A indicação é que o cidadão procure, o mais rápido possível, a unidade de saúde mais próxima de sua casa.

Confira a lista de postos de vacinação:

(Clique na imagem para ver no tamanho original)

hj

Os sintomas da raiva são inespecíficos, mas podem incluir cefaleia, febre baixa, mal-estar, anorexia, náusea e dor de garganta. Além disso, na maioria dos casos há alteração de sensibilidade no local da mordida. Em seguida, ocorre o comprometimento do sistema nervoso central, caracterizados inicialmente por ansiedade, inquietude, desorientação, alucinações, comportamento bizarro e até convulsões.

 

Desde a inauguração do Centro de Controle de Zoonoses no ano de 2003 não houve registros de raiva canina, felina ou humana em Sete Lagoas. Segundo dados epidemiológicos, desde 1990 não foram registrados casos de raiva na cidade.

Ascom Saúde

 

Barbara Dias

Barbara Dias

Jornalista com especialização em publicidade e marketing, coordenadora do Portal Sete, editora chefe do Jornal Hoje Cidade e assina o programa Tarde Viva na Rádio Eldorado AM 1300

COMENTAR

Clique aqui para enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eldorado1300

AGENDA

agosto 2020
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Publicidade

ARQUIVO GERAL

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

Barbara Dias

Barbara Dias

Jornalista com especialização em publicidade e marketing, coordenadora do Portal Sete, editora chefe do Jornal Hoje Cidade e assina o programa Tarde Viva na Rádio Eldorado AM 1300

SILVA JUNIOR

Silva Júnior

Silva Júnior

Silva Júnior - Jornalista, radialista, colunista e setorista do futebol sete-lagoano, assina ainda o programa Eldorado nos Esportes na Rádio Eldorado AM 1300

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.

Rádio Eldorado