Automóveis

Fiat Pulse é o nome do novo SUV italiano que chega no 2° semestre

Com um mercado de automóveis retraído, a propaganda mais do que nunca é a alma do negócio. A Fiat tem como principal lançamento para 2021 seu inédito SUV, que chegará para disputar mercado com Nivus e a turma da aventura. Mas acontece que o carro só chega no segundo semestre, mas desde já é preciso cativar possíveis compradores.

E nada melhor que rendar o assunto. Primeiro revelou o carro durante o Big Brohter Brasil, como Progetto 363, depois mostrou o carro na final do reality e abriu votação para escolher o nome do carro. Agora divulga o nome. Ele se chamará Pulse.

De acordo com a Fiat, o nome Pulse teve 65% dos votos, enquanto Domo arrebatou 25% das escolhas e Tuo teve os 10% restantes. O próprio presidente da Stellantis, Antonio Filosa, revelou que também escolheu Pulse como o nome do SUV.

O carro

O Fiat Pulse chega para disputar terreno no segmento de acesso dos utilitários. Uma seara que já conta com Chery Tiggo 2, VW Nivus, Honda WR-V e, mais recentemente, Tiggo 3X.

Para conquistar o consumidor, o jipinho terá motor Firefly turbo 1.0, de aproximadamente 130 cv, combinado com transmissão do tipo CVT. Ele ainda contará com sistema de conexão remota, dentre outros apetrechos.

O jipinho é construído na plataforma MLA, que de acordo com a marca foi desenvolvida para o modelo e poderá ser aplicado a futuros SUVs da marca, como o projeto 376, que será uma versão com estilo cupê, que remete ao conceito Fastback de 2018, e já roda em testes nos arredores de Betim.

Segmento

Atualmente o segmento SUV é um dos mais expressivos do mercado. Para se ter uma ideia os emplacamentos de hatches pequenos e compactos somam 261 mil unidades, segundo a Fenabrave. O mesmo volume dos utilitários, que também acumulam 261 mil carros de janeiro a maio.

E se restringirmos nesse segmento de acesso, o Nivus lidera com 17 mil unidades licenciadas nos cinco primeiros meses do ano. Ele vendeu mais que Polo e Virtus, com 12,7 mil e 11 mil na ordem. Já Honda WR-V contabiliza 4,1 mil emplacamentos e o Tiggo 2 figura com quase 2 mil carros. Ou seja, os aventureiros correspondem a quase 10% do volume de toda gama de SUVs.

Além disso, o aventureiro é bem mais rentável e opera em tiquete mais elevado que um hatch. Tanto é que segmento de hatches tem valores iniciais abaixo dos R$ 50 mil e as versões mais sofisticadas giram em torno dos R$ 115 mil (caso do Polo GTS). Do outro lado, o SUV inicia próximo dos R$ 80 mil, sendo que o maior volume se posiciona entre R$ 90 mil e R$ 200 mil. Assim a Fiat quer morder um pedaço do gordo e recheado bolo dos SUVs.

E enquanto o carro não chega ao mercado, a cada dia a marca surge com uma novidade para manter o SUV literalmente pulsando no imaginário do consumidor.

 

Fonte: Hoje em Dia

Redação Redação

Redação Redação

COMENTAR

Clique aqui para enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eldorado1300

AGENDA

agosto 2021
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Publicidade

ARQUIVO GERAL

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

Redação Redação

Redação Redação

SILVA JUNIOR

Avatar

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.

Rádio Eldorado