Cidade Super Destaques

Hospitais de Sete Lagoas são fiscalizados pelo Crea-MG

Divulgação/Ascom - PMSL

Ação do Conselho vai ampliar a fiscalização em empreendimentos hospitalares em todo o estado com o objetivo de oferecer mais segurança para pacientes e colaboradores.

A engenharia, e até mesmo a agronomia, estão bem mais presentes nos hospitais do que se possa imaginar. A atuação do profissional da área é obrigatória para realizar desde a manutenção de equipamentos, à instalação de infraestrutura, passando pela aquisição de equipamento com melhor custo benefício, até o gerenciamento adequado de impactos ambientais. E em tempos de pandemia de covid-19, esse trabalho é ainda mais importante, tendo em vista a grave crise sanitária que o Brasil atravessa.

 

Para garantir a presença do profissional habilitado à frente desses serviços, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea-MG), iniciou em março de 2021, uma ação para ampliar a fiscalização em empreendimentos hospitalares em todo o estado. Em Sete Lagoas, oito unidades hospitalares foram alguns dos quase 700 hospitais de Minas que já receberam o ofício solicitando a documentação, que corresponde à primeira etapa da fiscalização do Conselho. São eles:

HOSPITAL MUNICIPAL MONSENHOR FLAVIO DAMATO
HOSPITAL NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS
DOM SETE LAGOAS CLINICA DE ONCOLOGIA E HOSPITAL DIA LTDA
HOSPITAL LIBERTAE MEDICAL CENTER
HOSPITAL UNIMED
HOSPITAL UNIMED SETE LAGOAS
LABORATORIO SANTA LUCIA HOSPITAL UNIMED
LABORATORIO SANTA LUCIA UNIDADE HOSPITAL LIBERTAE

 

O gerente da Divisão de Fiscalização do Crea-MG, engenheiro eletricista Nicolau Neder, explica que os fiscais verificam se as empresas prestadoras de serviço possuem registro no Conselho, se os profissionais responsáveis têm atribuições para tais serviços e se emitiram suas Anotações de Responsabilidade Técnica (ARTs). Também verificam se as atividades como manutenção de sistemas de ar condicionado, geradores de energia, caldeiras, aparelhos eletromecânicos, de hemodiálises, ultrassonografia, nobreaks, grupo motor gerador, aquecimento de água, vasos de pressão, equipamentos de combate a incêndio e médico-hospitalares têm responsável técnico legalmente habilitado. “Para realizar a manutenção nestes equipamentos e desempenhar um bom serviço, os profissionais precisam ser habilitados, ter formação adequada. O nosso objetivo é que todos usuários recebam serviços seguros e de qualidade”, destaca Nicolau.

 

Além de oferecer mais segurança para pacientes e colaboradores, o hospital fiscalizado tem mais credibilidade, confiabilidade e boa reputação. O presidente do Crea-MG, engenheiro civil Lucio Borges, reforça que o papel de cada profissional numa unidade hospitalar deve ser conhecido por todos para que se entenda a importância dessa atividade. “A engenharia está presente em quase todas as áreas de nossas vidas, inclusive nos hospitais, e a atuação do profissional habilitado é necessária para garantir segurança e o bom funcionamento destas unidades. A fiscalização do Crea vai atuar justamente para verificar essa presença”, pontua.

 

Etapas – A fiscalização está dividida em quatro etapas. Em um primeiro momento, o Crea-MG solicita, por ofício, a relação do quadro técnico de profissionais das áreas de engenharia, agronomia e geociências e a relação de contratos de serviços dessas áreas nos hospitais. Em seguida, o hospital reúne as informações solicitadas e se tiver alguma dúvida deve entrar em contato com o Conselho. Depois, por meio do hotsite http://www.crea-mg.org.br/especial/fiscalizar-hospital/, o hospital envia os dados e documentos solicitados. E por fim, o Conselho verifica as informações, instaura os processos de fiscalização e divulga os resultados no hotsite.

 

Essa é uma ação que está sendo realizada por todos os Creas do Brasil e que foi definida por meio de uma Decisão Plenária do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), que determina que seja ampliada a fiscalização em empreendimentos que demandam serviços de engenharia, agronomia e geociências com o objetivo de proteger a vida. A meta estipulada é fiscalizar 100% dos hospitais do país até 31 de dezembro de 2021.

Ascom Crea-MG
Barbara Dias

Barbara Dias

Jornalista com especialização em publicidade e marketing, coordenadora do Portal Sete, editora chefe do Jornal Hoje Cidade e assina o programa Tarde Viva na Rádio Eldorado AM 1300

COMENTAR

Clique aqui para enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eldorado1300

AGENDA

dezembro 2021
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Publicidade

ARQUIVO GERAL

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

Barbara Dias

Barbara Dias

Jornalista com especialização em publicidade e marketing, coordenadora do Portal Sete, editora chefe do Jornal Hoje Cidade e assina o programa Tarde Viva na Rádio Eldorado AM 1300

SILVA JUNIOR

Avatar

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.

Rádio Eldorado