E nesta caminhada, a vitória por 1 a 0 no clássico válido pelo primeiro turno do Campeonato Mineiro de 1984, que dava ao seu vencedor a Taça Minas Gerais, foi muito importante.

O Cruzeiro conseguia sua terceira vitória seguida sobre o rival, sequência que não alcançava desde a temporada de 1973. Além disso, deixava o Atlético, que fazia péssima campanha, em situação complicada na briga por uma vaga nas semifinais, que acabou não alcançada pelo Galo.

Antes desta partida, a Raposa tinha feito 4 a 1 no Atlético, na última rodada do octogonal decisivo do Campeonato Mineiro de 1983, quando o hexacampeonato já tinha sido assegurado, por antecedência, pelos atleticanos.

Em abril, em jogo válido pelo Torneio Heleno Nunes, o Cruzeiro voltou a fazer quatro gols no rival na vitória por 4 a 2.

Nesta partida de 29 de julho de 1984, o único gol foi marcado contra, por Luizinho.

O ponta-direita Carlinhos Sabiá cruzou buscando Carlos Alberto Seixas, o zagueiro se antecipou na tentativa de fazer o corte, mas acabou mandando a bola para a rede de João Leite.

A FICHA DO JOGO

CRUZEIRO 1
Vitor; Luiz Cosme, Eugênio, Ailton e Ademar; Douglas, Palhinha, Tostão e Eduardo; Carlos Alberto Seixas e Joãozinho (Quirino). Técnico: João Francisco

ATLÉTICO 0
João Leite; Nelinho, Marinho, Luizinho e Miranda (Jorge Valença); Vitor, Elzo (Sérgio Araújo) e Renato Queirós; Reinaldo, Roberto Biônico e Éder. Técnico: ProcópioCardozo

DATA: 29 de julho de 1984
LOCAL: Mineirão
MOTIVO: Campeonato Mineiro
GOL: Luizinho (contra), aos 23 minutos do segundo tempo
ARBITRAGEM: Alvimar Gaspar dos Reis, auxiliado por Raimundo Divino e Ali Rachid
PÚBLICO: 40.727
RENDA: Cr$ 75.113.000,00