Destaques Saúde

Alopecia: Descubra as principais causas e como tratar

Nas últimas semanas, as falhas nos cabelos do ator Lucas Penteado, participante do BBB21, vem chamando a atenção do público. A condição que provoca o afinamento e a perda de fios do couro cabeludo ou de pelos do restante do corpo é a alopecia ou calvície, doença que acomete homens e mulheres e que pode ser impulsionada por enfermidades sistêmicas, influências genéticas ou processos inflamatórios.

De acordo com a visagista, hairstylist e proprietária do salão de beleza Maison Rocha, Rosângela Rocha, existem cerca de sete tipos de alopecia e as duas mais comuns são a androgenética e a areata. “A androgenética se inicia na adolescência, mas só fica aparente por volta dos 40 ou 50 anos de idade. Ela se desenvolve de maneira progressiva, deixando os fios cada vez mais finos. Já a areata pode surgir em qualquer idade, acomete 2% da população e se caracteriza pela formação de falhas de formato arredondado ou oval no couro cabeludo, podendo também atingir os cílios, sobrancelhas e barba”, explica.

Essa última, está relacionada a fatores imunológicos e ainda costuma ocorrer quando uma pessoa passa por situações de grande estresse, que acabam contribuindo para que as células de defesa do corpo ataquem o folículo piloso. A inflamação ao redor do folículo impede que ele produza o pelo e faz com que o mesmo se desprenda do couro cabeludo, resultando no aparecimento de áreas sem a presença de fios.

O diagnóstico pode ser obtido por meio de exames dermatológicos e de sangue que ajudarão a identificar ou descartar possíveis doenças infecciosas ou autoimunes. Em alguns casos será necessária a realização de uma biópsia do local atingido pelo distúrbio. “Outra técnica que também contribui para a análise do contexto capilar de cada pessoa é a tricoscopia. Por meio desse procedimento é possível analisar pequenas estruturas que não são vistas a olho nu”, explica a visagista.

No geral, a alopecia pode ser tratada com o uso tópico de alguns medicamentos como o minoxidil, corticoides e antralina. “Além deles, a calvície também pode ser controlada e amenizada por meio da aplicação de injeções com cortisona, realização de transplantes capilares ou adoção de terapias capilares como o microagulhamento, aromaterapia, argiloterapia e entre outros. Todos os tratamentos que oferecerem equilíbrio à microbiota do couro cabeludo, atuarem na redução de processos inflamatórios e estimularem o crescimento e fortalecimento da fibra capilar são ótimas opções”, ressalta.

Antes de iniciar qualquer tratamento é essencial que as pessoas procurem pela orientação de um bom tricologista ou dermatologista. “Somente estes profissionais estão qualificados para avaliar a saúde geral do paciente, fazer o diagnóstico e indicar o método ideal para cada caso”, conclui.

Com informações de Naves Coelho
Barbara Dias

Barbara Dias

Jornalista com especialização em publicidade e marketing, coordenadora do Portal Sete, editora chefe do Jornal Hoje Cidade e assina o programa Tarde Viva na Rádio Eldorado AM 1300

COMENTAR

Clique aqui para enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eldorado1300

AGENDA

abril 2021
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Publicidade

ARQUIVO GERAL

Alvaro Vilaça

Alvaro Vilaça

Jornalista, radialista, âncora do programa Tempo Esportivo na TV Sete Lagoas e diretor de programação da Rádio Eldorado AM1300

Barbara Dias

Barbara Dias

Jornalista com especialização em publicidade e marketing, coordenadora do Portal Sete, editora chefe do Jornal Hoje Cidade e assina o programa Tarde Viva na Rádio Eldorado AM 1300

SILVA JUNIOR

Avatar

Cebolinha

Arnaldo Martins

Arnaldo Martins

Colunista do Hoje Cidade a mais de 20 anos, formado em Assistente de Administração de Empresas, funcionário público.

Rádio Eldorado