Destaque do Cruzeiro contra o Palmeiras, Fábio comenta lance polêmico no fim da partida: ‘Alguém me empurrou’

0
36
Foto: Web

Árbitro Wagner Reway marcou falta de Edu Dracena em cima do goleiro

O goleiro Fábio foi o grande destaque do Cruzeiro na vitória por 1 a 0 sobre o Palmeiras, nesta quarta-feira, no Allianz Parque, em São Paulo, pelo jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil. Ele fez pelo menos quatro defesas difíceis na partida, sendo a mais importante aos 47min da etapa final, quando o lateral-esquerdo celeste Egídio, ao tentar tirar a bola para a linha de fundo, quase marcou gol contra.

Parabéns aos meus companheiros que lutaram até o final, independentemente das dificuldades que enfrentamos no jogo. Infelizmente perdemos jogadores, isso dificulta bastante, mas todo mundo se entregou, se dedicou, e conseguimos um belo resultado. Sabemos que foi o primeiro passo. Com certeza, o jogo lá será difícil também”, comemorou o camisa 1, à Rádio Itatiaia. Fábio falou também sobre o lance envolvendo Egídio. “Graças a Deus consegui fazer a defesa. O Egídio queria tirar. Infelizmente, a bola bateu no pé dele de mau jeito. Graças a Deus estava atento e consegui fazer a defesa”.
Aos 50min do segundo tempo, o Palmeiras teve a chance derradeira para empatar o jogo. Após lançamento na grande área, Fábio tentou encaixar a bola, porém acabou soltando nos pés do zagueiro alviverde Antônio Carlos, que fez o gol. O árbitro Wagner Reway já havia assinalado falta de Edu Dracena, também defensor palmeirense, no goleiro cruzeirense.
Na saída do gramado, Fábio afirmou ter sido tocado no instante em que se preparava para agarrar a bola. O detalhe é que Leo, defensor celeste, disputava a redonda com Edu Dracena. “Eu ia segurar a bola. Alguém me empurrou, empurrou a minha mão naquele lance, não sei quem foi, mas ele já tinha parado a jogada, então é encerrada a jogada, não tem VAR. Não sei quem me empurrou, só sei que eu ia segurar a bola, a bola era minha”.
Antes de os atletas deixarem o campo, foi possível ver por meio de imagens do canal SporTV um diálogo entre Fábio e Edu Dracena. Pelos gestos de cada um, o palmeirense negava a infração no camisa 1, que, por sua vez, garantia ter sido empurrado. Como Wagner Reway apitou antes que a bola balançasse as redes, não foi possível recorrer ao árbitro assistente de vídeo.

Com a vitória no Allianz Parque, o Cruzeiro poderá jogar por um empate no duelo de volta das semifinais, agendado para o dia 26 de setembro (quarta-feira), às 21h45, no Mineirão. Antes, o time celeste terá compromisso importante pelas quartas de final da Copa Libertadores, contra o Boca Juniors, na Bombonera, em Buenos Aires. O embate de ida acontecerá na próxima quarta-feira, às 21h45. Já no Brasileiro, a equipe formada por reservas enfrentará o Atlético, domingo, às 16h, no Mineirão, pela 25ª rodada.

Da redação:superesportes

Deixe uma resposta