A promessa do Pai

0
202

Um pai saía todos os dias para levar seu filho à escola e, ao deixá-lo lá, ele sempre dizia:

Aconteça o que acontecer, meu filho, o papai sempre estará ao seu lado. 

O filho entrava todo faceiro na escola e o pai ia para o trabalho.

Um dia, houve um terremoto que destruiu toda a região.

O pai saiu desesperado do trabalho e foi até sua casa.

Chegando lá, ele viu que a casa ainda estava de pé e que a esposa estava bem, mas o filho ainda estava na escola, então ele foi correndo para lá e, quando chegou, viu que a escola estava em ruínas.

Seu coração se encheu de tristeza, porque ele se lembrou da promessa que fazia todos os dias para o filho e que não havia cumprido.

Chorando, ele mentalizou o caminho da sala de aula do filho e foi andando até lá.

Chegando à sala, ele começou a retirar as pedras, sozinho chorando e gritando: Filho, você está vivo?

De repente, depois de muito tempo, ao retirar uma pedra grande, ele escuta lá de longe:

Pai, eu estou aqui!

Então, todos começam a ajudá-lo, retirando as pedras, e o menino falando:

Pai, eu estou vivo, mas não estou sozinho, dos 36 alunos da nossa sala, tem 14 aqui comigo, e estamos presos entre duas pilastras.

E o pai lhe disse: Filho, eu vou te salvar, e continuou retirando as pedras até que viu a cabeça das crianças.

O pai colocou o braço no buraco para puxar a criança e disse: Filho vem para fora.

Mas ele respondeu: Não pai, tira primeiro as outras crianças, eu vou sair por último, porque sei que, aconteça o que acontecer, o senhor sempre estará do meu lado.

O filho se lembrou da promessa do pai.

Moral da história:

Se hoje você está nos escombros, devido à tristeza, a uma dívida, à depressão, ao desejo de morte, silencie e escute o Pai retirando as pedras de cima de você.

Ele também grita: Filho, você está aí?

Se você não consegue responder, gritar, talvez gemendo você possa dizer: Pai, eu estou sem forças, mas estou aqui e sei que, aconteça o que acontecer, o Senhor sempre estará ao meu lado.

Parabéns a todos os Pais, pela data comemorativa do seu dia nesse segundo domingo de Agosto.

Uma homenagem aos pais e filhos leitores de nossa Conversa Afiada semanal,

 Colaborador-Academia

                  Até a semana que vem se Deus quiser, e Ele há de querer.

Por Arnaldo Martins

Cebolinha

Deixe uma resposta