Coluna Tempo Esportivo – 23 de julho de 2018

0
149
Pedal 360° está confirmado para setembro.

Primeiro Tempo

Uma matéria publicada, recentemente, num jornal de circulação nacional chamou a atenção de todas as pessoas que militam no mundo esportivo. O tema é interessante e merece uma reflexão: Muita gente fica arrasada quando seu time perde. Os problemas ocasionados pela derrota do clube de coração são diversos e vão desde uma simples frustração e um pequeno mau humor, até perda de noites de sono e afastamento de grupos de convivências e alguns familiares. Estudos realizados por universidades europeias mostram que o tema é mais complexo do que se possa imaginar. Por que os torcedores sofrem tanto quando seus times são derrotados? Torcer para uma equipe de futebol é algo racional? Algumas pesquisas recentes mostram que, em muitos casos, o futebol traz mais tristeza do que alegria para as pessoas.

Profissionais e estudiosos ligados às áreas de psicologia têm feito inúmeros testes e análises com vários conjuntos de dados para mensurar a felicidade das pessoas após as partidas.

As consequências emocionais de um fracasso se provam muito mais fortes do que as de um sucesso em campo. Isso gera uma questão: A não ser que seu time esteja destinado e preparado para vencer a maioria dos jogos, ir ao estádio ou investir emocionalmente em sua equipe não seria um erro? A paixão pelo time de futebol, em alguns momentos, se confunde com alguma coisa semelhante a uma religião, algo que foge a qualquer análise minimamente racional.

Se a derrota do clube do coração causa tristeza, os estudos mostram que, os triunfos do principal rival geram até depressão, nos casos mais agudos. Ou seja, o êxito do rival é a mais dura derrota para o torcedor de qualquer clube.

Portanto, fica a dica: “Apesar do sofrimento, se todas as batalhas dos homens se dessem apenas nos campos de futebol, quão belas seriam as guerras”.

Segundo Tempo

Tudo acerto entre Tite e a direção da CBF para que o técnico permaneça no comando da seleção brasileira por mais quatro anos, até o Mundial de 2022.  Em agosto Tite terá de convocar a Seleção para seu primeiro amistoso depois da eliminação nas quartas de final do Mundial da Rússia. No dia 7 de setembro, a equipe enfrentará os Estados Unidos, em Nova Jersey.

O treinador começará nesta rodada de amistosos a preparar o grupo que vai disputar a Copa América, no Brasil, em 2019. Além das 10 seleções da Conmebol, as que disputam as eliminatórias sul-americanas, o torneio terá a participação de dois convidados: Japão e Catar.

A Copa do Mundo de 2022, no Catar, excepcionalmente será disputada entre novembro e dezembro, por causa das altíssimas temperaturas do país no meio do ano.

Pelo menos desta vez a CBF parece estar no caminho certo e a manutenção de Tite no comando da seleção é a coisa mais óbvia a ser feita neste momento!

Com foco na inclusão social, Pedal 360° está confirmado para setembro

Vem aí a primeira edição do Pedal 360°, um evento que promete envolver centenas de ciclistas de Sete Lagoas e região.

A realização é da Prefeitura de Sete Lagoas, através da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer.

O intuito do evento é aumentar a inclusão social para ciclistas no mundo do esporte de alto rendimento. Também estão entre os objetivos principais, harmonizar e promover entretenimento para os sete-lagoanos.  De fato, é o primeiro Pedal nesse modelo popular, com estimativa de mais de 300 participantes de diversas faixas etárias e classes econômicas reunidas.

O formato deste Pedal também é diferente do convencional: Não haverá disputa por posições e muito menos cronometragem de tempo. A ideia é promover um grande passeio, mas sem fomentar as disputas pelo alto rendimento individual.

Podem participar do evento pessoas com idade mínima de 08 anos. O valor da inscrição será um litro de leite. A princípio, serão disponibilizadas 300 vagas e cada participante receberá um kit contendo camisa, número da bicicleta, barra de cereal e medalha.

Os pontos de credenciamento são os seguintes: 7 Trilhas (rua: Professor Abeylard, 969 A, Papavento) e Motoarte Ciclovia (rua: Antônio Olinto, 1.412, Boa Vista).

O passeio está previsto para o dia 02 de setembro, com credenciamento às 07 horas da manhã e largada às 09, na Praça da Feirinha, no Centro da cidade.

De forma resumida, o percurso de 8 km irá contemplar as seguintes regiões: Após a saída na Feirinha, os ciclistas deverão subir a av. Lassance Cunha, em direção à Estação Ferroviária. De lá, seguirão para a Lagoa da Boa Vista, até a altura do trevo da rua Santa Juliana, de onde partirão para a av. José Sérvulo Soalheiro, em direção a APAE. A sequência do trajeto indica, neste ponto, uma descida rumo ao viaduto que dá acesso à av. Norte Sul. De lá, os ciclistas farão o complemento do percurso, até retornarem, pela av. Lassance Cunha, para a orla da Lagoa Paulino e a chegada, novamente, na Praça da Feirinha.

O Prefeito Leone Maciel não mediu esforços para atender as necessidades do projeto: “Vivemos uma época difícil, com escassez de recursos, mas, um projeto como esse não poderia ser prejudicado. Vamos envolver pessoas de todas as classes, promover o ciclismo na cidade e fazer uma grande festa para a população”.

O Secretário de Esportes, Fabrício Fonseca, falou sobre o evento: “Ao longo dos anos, a Secretaria de Esportes sempre apoiou o ciclismo através de parcerias institucionais, porém, agora é especial, porque vamos conseguir envolver várias classes sociais e faixas etárias. Essa inclusão social vai fazer toda a diferença.”

Os patrocinadores do Pedal 360° são os seguintes: 7 Trilhas Aventura, Motoarte Ciclovia, Una, Vidanatus, Patrulheiro Protetor e Amigo, Supermercado Santo Antônio, OAB Sete Lagoas e CAA Vanguarda.

Demais informações do Pedal 360° podem ser obtidas na Secretaria de Esportes, que está situada na orla da Lagoa da Boa Vista, ou através do telefone: 3771-8165.

Por Álvaro Vilaça

Deixe uma resposta