Arrascaeta dedica gol à sua mãe e não confirma permanência no Cruzeiro após a Copa

0
276
Foto: Web

Uruguaio foi um dos melhores em campo na vitória celeste por 2 a 0

O meia-atacante Arrascaeta foi um dos destaques do Cruzeiro na vitória sobre o Sport (2 a 0), neste domingo, no Mineirão, pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro. O armador fez um belo gol e deu a assistência para o tento do zagueiro Dedé. Ele não quis confirmar sua permanência na Raposa após a Copa do Mundo: “Isso nunca se sabe. Mas hoje em dia estou pensando é no clube. Estou bem aqui, à vontade em um grande clube. Assim, é focar no Cruzeiro e fazer o melhor aqui”, disse o meia.

Naquela época, Arrascaeta argumentou que uma ida para os Estados Unidos não seria interessante na carreira em longo prazo. O objetivo do camisa 10 era disputar a Copa Libertadores de 2018 pelo Cruzeiro e a Copa do Mundo com a Seleção Uruguaia. Essas duas competições dariam ao jovem de 23 anos grande visibilidade para o mercado europeu. Assim, uma boa Copa do Mundo pode acelerar a saída do armador da Raposa.

Arrascaeta dedicou o gol marcado contra o Sport à sua mãe.“O presente vai para a minha mãe. Sem dúvida, um dia especial para ela e para todas as mães. Mando um feliz dia para todas as mães”, disse o uruguaio, que vive a expectativa de ser convocado para a Copa do Mundo.

O meia é chamado com regularidade pelo técnico Óscar Tabárez, que, inclusive, estuda escalar o cruzeirense entre os titulares. A formação da Celeste ainda não está definida para o Mundial, e Arrascaeta briga por uma vaga no meio-campo.

Tabárez testou algumas alternativas em torneio amistoso na China, em março. Nos confrontos contra República Tcheca e País de Gales (duas vitórias do Uruguai por 2 a 0 e 1 a 0, respectivamente), o treinador testou duas formações: uma com o armador cruzeirense e outra sem o atleta celeste.

Arrascaeta jogou contra a República Tcheca. O cruzeirense teve participação ativa no primeiro gol e sua atuação foi elogiada pelos jornais uruguaios. “Giorgian De Arrascaeta, que voltou a ter oportunidade desde o começo, mostrou bons momentos. De início, fez uma tabela com Luis Suárez que terminou em pênalti no ‘Pistolero’, que se transformou em 1-0”, publicou o Ovación, mais influente jornal uruguaio.

Arrascaeta não participou da partida contra País de Gales. Ficou no banco os 90 minutos.

Da redação:superesportes 

Deixe uma resposta