JK ganha feira livre – Geração de mais rendas e lazer à população

0
636

            Aproximadamente 500 famílias tiram o sustento do trabalho com barracas

Importante fonte de renda e espaço de lazer para famílias sete-lagoanas, as feiras livres estão a todo vapor. Sete bairros já são atendidos com as barraquinhas que comercializam diversos produtos e mais dois devem abrir espaço para o comércio que conquistou a cidade ainda neste ano.

Neste mês, o JK receberá o serviço, que será realizado na praça Juscelino Kubitscheck. O próximo a abrigar os feirantes será o Vapabuçu, ainda sem data definida.

O projeto existe há mais de 30 anos e garante renda a aproximadamente 500 famílias, com geração de 1.500 empregos.

Além de criar canais de comercialização para os pequenos produtores rurais, das hortas comunitárias urbanas e artesãos, as feiras também são atrativos turísticos e pontos de encontro de amigos nas manhãs de domingo.

Isadora Gonçalves, feirante no bairro Nossa Senhora do Carmo, diz que a feira foi uma oportunidade de mostrar o trabalho da família e gerar renda para todos. “Estávamos desempregados e vimos na feira uma oportunidade de sustento para minha família. Em apenas três meses, a feira se tornou a nossa principal fonte de renda e de sustento”, conta.

Todos os feirantes são cadastrados na Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo. Para Wagner de Campos, gerente de Agropecuária, o trabalho das feiras é muito importante na economia local, gerando emprego e renda para um grande número de famílias em Sete Lagoas e valorizando o que é produzido na cidade.

Estefânia das Graças Lima, da associação dos feirantes da Várzea, ressalta que a feira também valoriza o espaço público. “A feira revitaliza uma praça que antes não era aproveitada pela comunidade. Porém, precisamos de melhor infraestrutura, divulgação da realização da feira e segurança, afinal, são mais de 3 mil pessoas passando por aqui nos domingos”, diz.

O trabalho é coordenado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo em parceria com as secretarias Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade e de Saúde, com orientador de feiras, serviço de fiscalização, ações da Vigilância Sanitária e serviços de segurança pública.

Por Giovani Cruz

Deixe uma resposta