Pastor suspeito de abusar de pelo menos 10 mulheres é apresentado pela polícia

0
474
Reprodução / Itatiaia

Será encaminhado para a penitenciária José Martinho Drumond, em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, o pastor Wilson Jorge Pereira, de 51 anos, suspeito de abusar sexualmente de pelo menos dez mulheres.

O pastor, que ficou conhecido como ‘Maníaco da Orelha’ por sempre iniciar os assédios lambendo as orelhas das mulheres, atuava na unidade do Bairro Salgado Filho da Igreja do Evangelho Quadrangular, na Região Oeste da capital, e todas as vítimas eram frequentadoras do local. Ele foi preso na manhã desta terça-feira em casa, no Bairro Novo Eldorado, em Contagem.

As investigações começaram em maio de 2017, mas os crimes vinham acontecendo há cerca de dez anos. A delegada Larissa Mascotte, responsável pelo caso, disse que Wilson Jorge Pereira negou as acusações.

“Com certeza ele se aproveitava do cargo religioso para poder cometer estes delitos. Ele negou todos os fatos, falou que a relação com todas as vítimas era uma relação de pai para filha, ou de pastor para ovelha, segundo os próprios dizeres dele”, disse.

Ainda de acordo com a delegada, o pastor usava sua influência na igreja para intimidar as mulheres. “Ele falava tanto que ficaria em pune, que era muito influente, e as vítimas ficavam com medo de enfrentá-lo. E também ele começava a desacreditar estas vítimas durante os cultos e perante os outros fiéis da igreja”, explicou.

Em tentativa de contato com a Igreja do Evangelho Quadrangular, não houve sucesso. Antes da prisão, o pastor já estava afastado das atividades no templo.

Da Redação, com Itatiaia.com

Deixe uma resposta