Atlético bate Tombense no Horto e vai às quartas de final do Mineiro com vantagem

0
96
Foto: Web

Em pênalti polêmico, Danilo marca o único gol da vitória dos reservas do Galo

Classificado antecipadamente às quartas de final do Campeonato Mineiro, o Atlético assegurou a terceira colocação da tabela com a vitória no duelo direto contra o Tombense, neste domingo, no Independência. Com formação totalmente reserva, o Galo bateu a equipe de Tombos por 1 a 0 e garantiu a vantagem atuar em casa na próxima fase do Estadual. O gol do triunfo alvinegro foi marcado pelo lateral-esquerdo Danilo, em pênalti bastante questionado pelos adversários, aos 14 minutos do segundo tempo.

Com o resultado, o Atlético fecha a fase classificatória do Mineiro com 18 pontos – cinco vitórias, três derrotas e três empates. Este foi apenas o segundo triunfo do time como mandante na competição. Nas quartas de final em sistema de jogo único, o adversário do Galo será a URT, no próximo domingo, no Independência. Já o Tombense fica na quinta posição, com 15 pontos. O Gavião pega o Tupi, em Juiz de Fora, no mata-mata.

Antes de encarar as quartas de final do Mineiro, o Atlético tem outro compromisso decisivo: contra o Figueirense, nesta quarta-feira, às 21h45, no Independência, pela terceira fase da Copa do Brasil. Este foi o motivo de o técnico Thiago Larghi ter poupado os titulares diante do Tombense. O Galo está em vantagem na disputa com os catarinenses – venceu o confronto de ida, no Orlando Scarpelli, por 1 a 0.

Poucas chances em etapa morna

A partida começou em ritmo morno, e os lances de perigo apareceram somente a partir dos 15 minutos. A primeira chance foi do Tombense, com Everton. O atacante aproveitou rebatida errada do zagueiro Maidana, ficou com a bola na área, mas, cara a cara com o goleiro Cleiton, isolou sobre o travessão.  O Atlético respondeu primeiramente com Tomás Andrade, aos 17min. O argentino arrancou pela intermediária, chegou à risca da grande área e arriscou o chute rasteiro. O goleiro Darley defendeu com tranquilidade.

Cinco minutos depois, Luan teve uma chance mais clara para o Atlético. Após rápida jogada entre Alerrandro e Marco Túlio, o meia-atacante recebeu a bola, invadiu área pela esquerda e bateu colocado, cruzado, buscando o ângulo de Darley, mas mandou para fora. O Galo ainda ameaçou em dois lances seguidos: aos 37min, Alerrandro recebeu cruzamento de Andrade e cabeceou para fora; logo em seguida, foi a vez de Marco Túlio finalizar no canto, para boa defesa de Darley, espalmando a escanteio.

Nos instantes finais da etapa, Alerrandro tentou novamente. Luan puxou o contra-ataque e deu o passe para o jovem, que chutou mal, sem força, nas mãos de Darley. Já o Tombense teve o último lance em arremate de fora da área de Natan que passou à esquerda do gol.

Gol e controle atleticano 

O Atlético voltou mais ativo para o segundo tempo e impôs pressão ao adversário nos primeiros minutos. O time investiu em cruzamentos, com Luan, Samuel Xavier e Alerrandro, mas ninguém aproveitou; Gustavo Blanco também teve chance em finalização fraca dentro da grande área.  Aos 12 minutos, a insistência do Galo deu resultado. Luan bateu forte, e a bola explodiu em Anderson. O árbitro assinalou toque de mão do zagueiro do Tombense e o pênalti a favor do Alvinegro. Após muita reclamação, o lateral-esquerdo Danilo foi para a cobrança e chutou forte, rasteiro, no canto direito de Darley, que acertou o lado:

1 a 0.

Depois do gol, Thiago Larghi fez duas únicas alterações no Atlético: saíram Marco Túlio e Alerrandro, lesionado, para as entradas de Bruno Roberto e Carlos. Em vantagem, o Galo controlou o ritmo do jogo e arriscou pouco ofensivamente. O Tombense não conseguiu a reação e permitiu o controle atleticano, em ritmo lento, até o fim da etapa.

ATLÉTICO 1 X 0 TOMBENSE

Atlético: Cleiton; Samuel Xavier, Maidana e Matheus Mancini e Danilo; Arouca, Gustavo Blanco, Tomás Andrade e Luan; Marco Túlio (Bruno Roberto) e Alerrandro (Carlos). Técnico Thiago Larghi.

Tombense: Darley, David, Anderson, Wellington Carvalho e Bruninho; Natan (Welber), Caio César, Felipe Baiano e Cássio Ortega; Everton (Mayron) e Rubens (Adriano Graça) Técnico: Ramon Menezes.

Gol: Danilo (Atlético), aos 14 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos:  Samuel Xavier (Atlético); Wellington Carvalho, Cássio Ortega, Anderson, Caio César (Tombense)

Motivo:  11ª rodada do Campeonato Mineiro
Local: Estádio Independência, Belo Horizonte
Data: 11 de março de 2018 (domingo)

Árbitro: Felipe Fernandes Lima (CBF)
Assistentes: Marcus Vinícius Gomes (CBF) e Augusto Magno Ramon (CBF)

Da redação: superesportes

Deixe uma resposta