Tevez marca, mas Boca só empata com San Lorenzo mesmo com dois a mais

0
370

Atacante faz seu primeiro gol após retorno ao clube, mas não impede o 1 a 1 no Nuevo Gasómetro em duelo dos líderes do Campeonato Argentino

Estádio lotado, clássico com os dois líderes do campeonato e arbitragem polêmica. O San Lorenzo recebeu o Boca Juniors no Nuevo Gasómetro e garantiu um heroico empate por 1 a 1, que manteve os xeneizes na liderança do Campeonato Argentino seis pontos à frente do Ciclón. Nos últimos 10 minutos de jogo, os cuervos chegaram a atuar com dois jogadores a menos que os rivais.

Foto: Web
Foto: Web

O San Lorenzo, adversário do Atlético-MG na primeira fase da Copa Sul-Americana, abriu o placar logo aos três minutos de jogo. Após cobrança de escanteio da direita, Rubén Botta aproveitou rebote e mandou da entrada da área e mandou para o gol. O empate dos Bosteros, rivais do Palmeiras na Libertadores, não demorou a sair. Aos 14 minutos, os visitantes fizeram cobrança ensaiada de escanteio, Jara cruzou da direita, na cabeça de Tevez, que mandou para o gol: 1 a 1.

Foi o primeiro gol de Carlos Tevez desde o seu retorno ao clube, no início deste ano. O jogo deste domingo é apenas o segundo oficial de 2018. A situação do Ciclón começou a piorar quando, aos 42 minutos da primeira etapa, o volante Quignón recebeu o segundo amarelo e foi expulso.

Os donos da casa se seguraram durante toda a segunda etapa e, aos 37, o lateral-esquerdo Rojas também recebeu o segundo cartão amarelo. Mas em uma marcação polêmica do árbitro Silvio Trucco. O jogador se chocou com Wilmar Barrios e caiu no gramado. O juiz, no entanto, entendeu que o lateral do San Lorenzo havia cometido uma falta e lhe puniu com a expulsão. O Ciclón se segurou e garantiu o empate.

Foto: Web
Foto: Web

A partida marcou o reencontro dos laterais Buffarini e Emanuel com a torcida do San Lorenzo. Ambos foram titulares na campanha do título da Libertadores de 2014. Eles iniciaram a partida no banco de reservas, entraram na segunda etapa e foram muito vaiados pelos torcedores no Nuevo Gasómetro.

O San Lorenzo manteve o bom retrospecto diante do rival e ainda pode dizer que é o “papá” do Boca, como se referem na Argentina quando um clube tem ampla vantagem sobre um adversário. Os xeneizes têm apenas uma vitória nos últimos sete jogos contra o Ciclón. No histórico geral, são 73 triunfos dos cuervos, contra 63 do Boca.

O Boca Juniors lidera o Campeonato Argentino com 34 pontos. O San Lorenzo é o segundo, com 28 pontos. Na próxima rodada, os xeneizes recebem o Temperley na Bombonera, no domingo, e o Ciclón visita o Independiente em Avellaneda, no sábado.

Foto: Web
Foto: Web

Da redação: globo.com

Deixe uma resposta