Reservas jogam mal, Atlético perde para o Villa e conhece a primeira derrota no Mineiro

0
105
Foto: Web

Daniel Morais, de pênalti, marcou o único gol do confronto em Nova Lima

O Atlético conheceu sua primeira derrota no Campeonato Mineiro. Com os reservas em campo, o Galo jogou mal e foi batido pelo Villa Nova, por 1 a 0, no estádio Castor Cifuentes, em Nova Lima. A equipe alvinegra não criou muitas oportunidades e acabou vencida graças ao gol de pênalti de Daniel Morais, no início do segundo tempo.

A equipe reserva, mais uma vez, não conseguiu um bom rendimento. Do quarteto ofensivo, apenas Erik apareceu bem para o jogo e criou boas oportunidades. Defensivamente, a equipe pouco sofreu, mas acabou sendo derrotada após infelicidade de Matheus Mancini, que tocou com a mão na bola dentro da área. Os laterais alvinegros apoiaram bastante, mas não conseguiram acertar os cruzamentos e passes em profundidade.

Com a derrota, o Galo encerra a rodada na quinta posição, com quatro pontos conquistados. Já o Villa Nova marcou o seu primeiro gol no Campeonato Mineiro e deixou a zona de rebaixamento, subindo para a nona colocação.

Na próxima rodada, o Atlético joga no Independência. O Alvinegro recebe o Patrocinense, domingo, às 17h. No mesmo dia e horário, o Villa Nova visita o Uberlândia, no Parque do Sabiá.

Foto: Web
Foto: Web

O jogo

O Atlético entrou em campo com a equipe reserva, a mesma que enfrentou o Boa Esporte na primeira rodada do Campeonato Mineiro. Apesar de ter um entrosamento um pouco maior, devido aos treinamentos nos últimos dias, o primeiro tempo alvinegro em Nova Lima foi bem pior do que a atuação em Varginha. Com dificuldades pelo gramado duro do Castor Cifuentes, o Galo pouco foi criativo e, mais uma vez, abusou dos lançamentos longos.

A equipe de Oswaldo de Oliveira não conseguiu encontrar os espaços para chegar ao gol defendido por Renan. Foram vários passes errados no terço final do campo. Defensivamente, a equipe abusou das faltas para acabar com as ações do Villa Nova, mas se portou bem e não deu chances. No ataque, as poucas finalizações foram de Hyuri, que teve chance dentro da área, mas chutou por cima, e Erik, duas vezes de fora da área, uma ao lado do gol e outra defendida pelo goleiro do Leão, já no último minuto da etapa inicial.

O Villa Nova começou em cima na etapa final. Nos primeiros minutos, o time reclamou de dois pênaltis. No terceiro lance, no entanto, o árbitro Jerferson Antônio da Costa apontou para a marca da cal. Após cruzamento, a bola bateu no braço de Matheus Mancini. Na cobrança da penalidade, Daniel Morais bateu alto, sem chances para Victor, que acertou o canto: 1 a 0.

Após o gol, o Atlético foi para cima em busca do empate. Oswaldo mexeu na equipe, colocou Marco Túlio na vaga de Hyuri. O Galo teve grande chance com Erik, após jogada de Carlos, mas o atacante chutou por cima. O Villa respondeu com Marzagão, que chutou de fora da área com perigo.

Oswaldo resolveu apostar em dois jovens: o meia Bruno Roberto e centroavante Alerrandro fizeram sua estreia pelo Atlético. O jovem meia entrou cheio de disposição e o Galo cresceu na partida. De longe, Matheus Mancini, que teve atuação insegura, acertou o travessão. No fim, o Alvinegro pressionou, Victor foi para a área, mas o time de Nova Lima conseguiu segurar a pressão.

VILLA NOVA 1 X 0 ATLÉTICO

VILLA NOVA
Renan; Nequinha, Rafael Vítor, Otávio e Marcelo; Ceará, Marzagão, Paulo Vítor e Núbio (Leozinho); Daniel Morais e Carrara (Luís Felipe).
Técnico: Ito Roque.

ATLÉTICO
Victor; Patric, Bremer, Matheus Mancini e Danilo; Yago e Gustavo Blanco; Hyuri (Marco Túlio), Valdívia (Bruno Roberto) e Erik; Carlos (Alerrandro).
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Gol: Daniel Morais, aos 7 minutos do segundo tempo
Cartãos amarelo: Matheus Mancini (ATL)

Motivo: terceira rodada do Campeonato Mineiro
Local: Estádio Municipal Castor Cifuentes, em Nova Lima
Data: quinta-feira, 25 de janeiro de 2018
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Jerferson Antônio da Costa
Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Pablo Almeida Costa

Da redação: superesportes

Deixe uma resposta