Um novo estilo para a camisa 2 do Atlético

0
136
Foto: Web

Indicado por Oswaldo de Oliveira, Samuel Xavier chega ciente das cobranças e avisa que sua preocupação primordial é com a defesa

Depois de seis anos, a lateral direita do Atlético tem um novo titular. Com a ida de Marcos Rocha para o Palmeiras, o técnico Oswaldo de Oliveira foi buscar no Sport seu jogador de confiança para substituir o prata da casa com mais de 300 jogos pela equipe. É o paulista Samuel Xavier, de 27 anos, que firmou compromisso até o fim do ano e assume a posição com um desafio enorme: convencer a torcida e pôr fim a um ponto fraco do time alvinegro nas últimas temporadas.

Por vários anos, a lateral foi ao mesmo tempo uma arma e uma deficiência do Atlético tendo Marcos Rocha como titular. Elogiado pelas assistências aos atacantes e por ser muito participativo no apoio ao setor ofensivo, o ex-camisa 2 foi também criticado por ceder espaços aos adversários. Esse ponto foi muito explorado por vários treinadores que enfrentaram o Galo em Belo Horizonte.

Samuel Xavier é, por característica, um lateral que marca mais do que ataca. Ele entende que o equilíbrio entre ficar atrás e subir ao ataque é primordial para o sucesso com a camisa do Galo: “Sei que vai ter esta comparação com o Marcos Rocha, pois chego para substituir um ídolo da torcida. Falava-se que ele atacava muito e não marcava. Jogamos muito com dois atacantes abertos que ajudam na lateral. O primeiro ponto é marcar, pois já temos o atacante que ataca. Então, nossa primeira função é marcar”.

O lateral trabalhou com Oswaldo no Sport, no segundo semestre de 2016. Tomou conta da posição e foi alvo de propostas do Palmeiras e do São Paulo. No ano passado, mesmo sendo campeão estadual, não foi tão bem, acabou preterido em detrimento do reserva Raul Prata e consequentemente afastado pelo então treinador do Leão, Vanderlei Luxemburgo. Disputou 55 partidas e marcou um gol, mas não foi relacionado nos últimos jogos do time pernambucano pelo Campeonato Brasileiro.

O lateral diz que vai tentar recuperar o prestígio e a regularidade em Minas: “Sabemos que todos passam por momentos difíceis. Em 2017, eu me envolvi em muitas coisas, como problemas familiares e fora de campo. Sei que posso dar resultado dentro de campo. Espero recuperar o futebol de 2016, sei da confiança do Oswaldo em mim”.

Oswaldo de Oliveira não poupa elogios ao novo contratado, Entende que ele dará conta de substituir Marcos Rocha com qualidade: “Poderíamos ter 11 jogadores no time iguais ao Samuel Xavier. Além de ser um jogador de qualidade, é determinado, corajoso, vibrante e podemos contar com ele o tempo todo. Ele foi bem comigo no Sport, atacando e defendendo. É um jogador que aposto na direita neste ano”.

Da redação: superesportes.com

Deixe uma resposta