Oferta inicial do Cruzeiro por Bruno Silva envolve ‘xodó’ do Botafogo, zagueiro em alta e meia-atacante pretendido por Jair Ventura

0
178
Reprodução WEB

Diretoria cruzeirense quer envolver jogadores na negociação por volante

Foto: Web
Foto: Web

O Cruzeiro definiu uma das estratégias para convencer o Botafogo a liberar o volante Bruno Silva, que tem contrato até dezembro de 2018 e multa rescisória estipulada em R$ 20 milhões. Representada pelo presidente Wagner Pires de Sá e pelo vice-presidente de futebol Itair Machado, a diretoria celeste apresentou ao alvinegro de General Severiano uma lista com atletas que poderão ser envolvidos em trocas.

o Cruzeiro ofereceu ao Botafogo o atacante Rafael Marques, o zagueiro Fabrício Bruno e o meia-atacante Elber. A concretização dos negócios nesses moldes dependerá do desejo dos jogadores e de acertos contratuais.
Rafael Marques, de 34 anos, teve boa passagem pelo Botafogo em 2013, quando fez 10 gols no Campeonato Brasileiro e ajudou sua equipe a ficar na quarta colocação, com 61 pontos. O time carioca, inclusive, chegou a brigar pelo título com o Cruzeiro, que abriu vantagem no returno e se sagrou campeão.
Em 2017, o atacante foi contratado do Palmeiras e assinou vínculo até dezembro de 2018, porém não conseguiu render o esperado no Cruzeiro. Em 19 jogos, marcou apenas um gol.
O zagueiro Fabrício Bruno, por sua vez, terminou o ano em alta pela Chapecoense, oitava colocada na Série A e garantida na Copa Libertadores da América de 2018. Cria da base cruzeirense, o jovem de 21 anos foi observado por representantes do futebol italiano, mas nenhuma proposta oficial chegou à diretoria azul.
Fabrício até foi elogiado por integrantes da nova diretoria, contudo não se encaixa no perfil de reforço pedido pelo técnico Mano Menezes, que quer um zagueiro mais experiente para a Libertadores do ano que vem.
Já Elber foi colocado pelo Cruzeiro como moeda de troca na contratação de Sassá, em maio, mas optou por permanecer na Toca da Raposa II. O técnico Jair Ventura havia solicitado a chegada do camisa 23 celeste. O Botafogo acabou recebendo o meia Marcos Vinícius, que marcou cinco gols em 23 partidas no Brasileiro e recebeu elogios da imprensa carioca.

À reportagem, o agente de Bruno Silva, Carlinhos Sabiá, mostrou otimismo no desfecho do negócio. “A reunião foi muito boa. Saí da reunião bastante otimista. O Internacional apresentou nomes de jogadores que a princípio não agradaram, mas ficou de apresentar uma nova proposta, mandar por e-mail. Mas a conversa com o Cruzeiro foi muito boa”.

Sabiá, contudo, preferiu não confirmar os nomes mencionados na matéria.

Histórico de Bruno Silva
Bruno Silva, de 31 anos, começou a carreira no Villa Nova, em 2005. Ele atuou por times do interior de Minas antes de passar por Avaí, Bahia, Ponte Preta, Atlético-PR, Chapecoense e Botafogo. Um dos destaques do alvinegro em 2017, o volante jogou 60 partidas e marcou nove gols. De estilo aguerrido, é considerado um dos líderes do clube carioca e se destaca pela entrega em campo. Por causa da forte pegada, levou 18 cartões amarelos e dois vermelhos nesta temporada.
Se for contratado, Bruno Silva brigará por posição com Robinho no Cruzeiro. Apesar de também atuar como volante, o jogador prefere entrar em campo aberto pelo lado direito, dando apoio ao ataque e auxiliando o lateral na defesa. O Cruzeiro priorizou sua contratação, já que Robinho tem sofrido com lesões nesta temporada e precisa de um concorrente à altura.

Assim que o interesse do Cruzeiro se tornou público, Bruno Silva foi vaiado pela torcida do Botafogo. Em 16 de novembro, depois da derrota para o Atlético-GO, por 2 a 1, em pleno Engenhão, o jogador fez sinal para as arquibancadas de que estava deixando o clube. No dia seguinte, Bruno convocou entrevista coletiva e pediu desculpas pela manifestação.

O Botafogo detém 40% dos direitos econômicos de Bruno Silva. O restante pertence à Ponte Preta. Outro interessado no negócio, o Internacional também propôs uma troca de atletas, mas o clube carioca, a princípio, rechaçou os nomes oferecidos.

Deixe uma resposta