POMPÉU: Quatro suspeitos de envolvimento em explosão de agência bancária e mortes são presos

0
546
Durante a tarde desta terça-feira (5), locais onde foram registrados tiroteio e explosões permaneciam isolados em Pompéu (Foto: TV Integração/Reprodução)
Atualização: Na data de ontem, o policial militar Cb Lucas Reis Rosa, atingido por dois disparos de fuzil, um na região abdominal e outro no braço direito, passou por dois procedimentos cirúrgicos e, infelizmente, sofreu amputação total do braço ferido. O estado de saúde do militar é estável e ele aguarda uma nova intervenção no abdômen.
Quanto à prisões de suspeitos envolvidos no caso, dois indivíduos foram presos em Moema e mais dois homens foram detidos na BR 494, em Divinópolis, com uma pistola 9mm. Os suspeitos encontram-se na cidade de Pompéu, onde a Polícia Civil investiga o caso e somente as oitivas poderão dizer se os indivíduos possuem efetiva ligação com os fatos.
Assessoria de Comunicação Organizacional – 7º BPM

Quatro dos cerca de 15 suspeitos de envolvimento na explosão de uma agência bancária ocorrida na madrugada em Pompéu foram presos na tarde desta terça-feira (5). Segundo a Polícia Militar (PM), as prisões foram feitas em conjunto com a Polícia Civil na cidade de Moema e na BR-494.

Um policial militar e um morador de Pompéu morreram durante troca de tiros entre criminosos e a polícia na madrugada desta terça-feira. De acordo com a PM, pelo menos 15 pessoas participaram do ataque a uma agência do Banco do Brasil. Em meio ao assalto, os criminosos cercaram o quartel da cidade. Um cabo da PM também ficou ferido.

O comandante da 7ª Região da Polícia Militar (RPM), coronel Helbert Willian Carvalhaes, informou que dois dos detidos foram presos em um posto de gasolina em Moema. Os outros dois suspeitos estavam no trecho da BR-494 entre Pará de Minas e São Gonçalo do Pará.

A polícia não informou a idade nem as circunstâncias da prisão dos suspeitos, que foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Civil de Pompéu. Não foi informado ainda se os criminosos conseguiram levar dinheiro dos caixas.

Ainda conforme a PM, tanto a agência bancária, que continua isolada, quanto a sede do quartel passam por perícia. Uma força-tarefa foi montada em busca de outros suspeitos.

 Pregos foram usados por criminosos para despitar a polícia durante fuga (Foto: TV Integração/Reprodução)
Pregos foram usados por criminosos para despitar a polícia durante fuga (Foto: TV Integração/Reprodução)

Da Redação, com g1.com

Relembre o fato:

POMPÉU: Quadrilha mata PM e morador em explosão de caixas eletrônicos

Deixe uma resposta