Após sofrer do próprio veneno, Galo quer usar força da bola aérea contra Atlético-GO

0
61
Testada certeira de Fred no primeiro turno, contra o Atlético-GO (Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG)
Fred lidera o Galo no quesito gols de cabeça, com sete dos oito gols no Brasileirão saindo pelo alto; contra o Santos, equipe alvinegra levou três gols em cruzamentos

Para tentar voltar a vencer no Campeonato Brasileiro e buscar uma nova reaproximação do grupo de classificados para a Libertadores, o Atlético-MG conta com uma importante arma para o duelo diante do Atlético-GO, nesta quinta-feira, às 20h (de Brasília), no Independência. Vilã do time na partida contra o Santos, quando levou três gols em jogadas de cruzamento na área, a bola aérea tem sido uma importante aliada do Galo na competição.

Das 37 vezes em que o Atlético-MG marcou neste Campeonato Brasileiro, 14 gols foram em jogadas aéreas, com os atleticanos completando de cabeça para o fundo das redes. Ao lado do Botafogo, o time atleticano é o que mais marcou gols neste quesito no torneio. Do outro lado do campo estará o Atlético-GO, que levou nove gols desta maneira, dois deles do Galo, no primeiro encontro entre os times, vencido pelos mineiros por 2 a 1, de virada.

Fred, que marcou de cabeça no jogo do primeiro turno, é quem encabeça a lista de artilheiros do Galo no Campeonato Brasileiro e também em jogadas aéreas. Já foram sete gols do camisa 9 em jogadas pelo alto, sendo responsável por 50% das vezes em que as cabeçadas resultaram em gols do Atlético-MG. O único gol de pé do atacante foi no clássico contra o Cruzeiro, no Independência.

– É um tipo de jogada que nosso time está acostumado desde o início do ano. Tanto que fizemos vários gols de cabeça nas competições que disputamos ao longo da temporada. E no Brasileiro, a tendência não é diferente. Graças a Deus meus gols voltaram a sair e o cabeceio é um ponto forte meu. Além dos gols de cabeça, os cruzamentos também têm que ser valorizados, o que mostra que esse tipo de jogo vem dando certo em 2017 – destacou Fred, que marcou cinco vezes no Horto neste Brasileirão, palco do encontro desta quinta-feira, contra o Dragão.

As jogadas de bola aérea são uma preocupação do técnico Oswaldo de Oliveira, que não escondeu seu descontentamento com o fato de levar três gols em jogadas de bola na área contra o Santos. Na atividade que antecedeu o jogo contra o Atlético-GO, foram mais de 40 minutos exaustivos de jogadas de cruzamento na área, cobrando bastante da defesa e do ataque.

O provável Galo para enfrentar o Dragão terá: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Adilson e Elias; Valdívia, Robinho e Cazares; Fred.

Da Redação, com globoesporte.com

Deixe uma resposta