Cruzeiro está perto do gol 100 em 2017; veja detalhes e ranking da década

0
193

Raposa já marcou 97 vezes na temporada, tem média de 1,54 gols por jogo e artilharia equilibrada

O Cruzeiro vai entrar em campo no próximo sábado, contra a Ponte Preta, no Mineirão, e tem a oportunidade de alcançar uma marca importante: 100 gols na temporada. Até aqui, foram 97 em 63 jogos disputados. A quantidade de partidas até este momento do ano, inclusive, é a maior da década. Considerando o dia 4 de outubro como referência, foram 53 jogos até a data em 2016, 57 em 2015, 59 em 2014, 50 em 2013, 47 em 2012 e 51 em 2011. O site globoEsporte.com fez o levantamento dos gols desta temporada e das outras da década para estabelecer algumas comparações.

O número que serve para as comparações é o de média de gols por jogo, já que o número de partidas varia. Na atual temporada, o Cruzeiro tem 1,54 tentos por partida, número razoável se comparado aos outros anos da década. A pior temporada nesse quesito foi 2015, quando o Cruzeiro chegou ao dia 4 de outubro com 1,26 gols de média. O número mais positivo foi o de 2013, ano de um time extremamente ofensivo e de título brasileiro. Até a mesma data, eram 2,38 gols por jogo.

O levantamento levou em consideração os amistosos em todas as temporadas. Em 2017, com os gols divididos por competição, foram oito em amistoso (apenas um, contra o Brasília, vitória por 8 a 2 na pré-temporada), três na Sul-Americana, 32 no Brasileiro – até aqui -, 23 na Copa do Brasil, 24 no Mineiro e sete na Primeira Liga.

Os 97 gols do Cruzeiro em 2017 são distribuídos de forma equilibrada. O artilheiro do time no ano é Rafael Sobis, com 15 gols. Na sequência, Thiago Neves e Ábila – que já não pertence mais ao elenco – têm 14. Arrascaeta é o terceiro, com 10, seguido por Robinho (9), Sassá (7), Alisson e Raniel (4), Hudson e Rafinha (3), Henrique, Elber e Léo (2), Rafael Marques, Lucas Romero, Ariel Cabral, Dedé, Manoel, Diogo Barbosa e Lucas Silva (um gol cada). Ainda houve um gol contra na vitória por 3 a 0 sobre o Murici, no Mineirão, pela Copa do Brasil.

O ranking de assistências também tem um certo equilíbrio, mas tem a lógica predominante: o “camisa 10”, que no Cruzeiro joga com a 30, é o líder. Thiago Neves já deu 10 passes para gols no ano. Alisson e Diogo Barbosa foram autores de oito assistências cada, seguidos por Sobis (5), Ariel Cabral, Lucas Romero, Arrascaeta e Rafinha (4), Ezequiel (3), Hudson e Lucas Silva (2), Bryan, Elber, Digão, Léo, Raniel, Nonoca e Sassá (uma assistência cada).

Veja gráficos comparativos de gols por ano na década

Número bruto de gols marcados pelo Cruzeiro, por ano,
até o dia 4 de outubro

Reprodução
Reprodução

Veja a média de gols do Cruzeiro, por ano, até o dia 4 de outubro

Reprodução
Reprodução

Fonte: globoesporte.com

Deixe uma resposta