Homem é assassinado a golpes de garrafa no bairro CDI

0
997
Reprodução

A Polícia Civil vai investigar o assassinato de João Venâncio Lopes, 48 anos, residente na rua Salvador de Souza Pinto, bairro CDI.

Seu corpo foi encontrado por volta de meio dia de segunda-feira (18), na rua Expedicionário Leofredo Gaspar, entre os bairros CDI e Tamanduá, em uma área vaga já em rigidez cadavérica. A polícia, suspeita que ele tivesse morto já há algumas horas.

Além da Polícia Militar que registrou a ocorrência, o perito criminal Gabriel Yamada realizou os trabalhos no local, constatando inicialmente um corte na testa e outro no pescoço da vítima.

Ao lado do corpo havia uma garrafa de cerveja quebrada, objeto que pode ter sido usado no assassinato.

Após os trabalhos periciais, o corpo foi removido para o Posto Médico Legal para ser necropsiado.

Segundo informações policiais João Venâncio Lopes, conhecido também como “Dão, ou “Baixinho”, tinha passagens pela polícia por suspeita de alguns furtos e tráfico de drogas. Ele havia deixado o Presídio Promotor José Costa em Sete Lagoas no dia 23 de junho deste ano. A Polícia Civil vai tentar descobrir se sua morte está ligada à algum crime que ele tenha cometido ou se pode ser um acerto de contas.

Até o fechamento desta edição ninguém havia sido preso pelo assassinato.

Extraído do Jornal Notícia de Sete Lagoas | Ed. 676

Deixe uma resposta