COBRANÇA DO FAIXA AZUL VOLTA NESTA TERÇA-FEIRA (01)

0
634

Sistema poderá ser usado pelo sistema digital e também com talonário impresso

O estacionamento rotativo Faixa Azul volta a operar em Sete Lagoas nesta terça-feira (01). Por duas semanas, o sistema foi aplicado de forma “educativa”, ou seja, os motoristas receberam orientações sobre como usar o sistema e aqueles que não estivessem usando as vagas corretamente, não seriam multados nesse período. A partir de amanhã, 1º de agosto, o sistema passa a valer de acordo com as regras do rotativo. O valor cobrado será de R$ 0,75 por meia hora de estacionamento e o motorista poderá ocupar a mesma vaga por até duas horas. A novidade é o retorno do talonário manual, que poderá ser utilizado ao lado do estacionamento pelo aplicativo e do ticket eletrônico, que também estarão em operação.

“Preferimos adiar a introdução do Faixa Azul e retornar somente quando o sistema estivesse totalmente de acordo com as necessidades dos motoristas e da cidade”, afirmou o Secretário Municipal de Segurança, Trânsito e Transporte, Wagner Augusto de Oliveira, referindo-se ao fato de que o estacionamento rotativo estava inicialmente previsto para retornar em maio, o que não aconteceu. “Decidimos promover o retorno do talonário manual, pois descobrimos que muita gente pedia essa opção, que não era uma opção anteriormente”, disse o secretário.

A mudança foi negociada pela Secretaria com a empresa operadora do sistema, a GCT. E com essa opção, o Faixa Azul poderá agora ser utilizado pelo motorista de três maneiras:

  • Por meio do talonário impresso;
  • Por meio de um aplicativo de celular;
  • Por meio da compra de tickets eletrônicos.

Os talões e os tickets eletrônicos serão vendidos em 50 postos de venda, cujos endereços estão indicados nas placas de estacionamento posicionadas pelas ruas de operação do Faixa Azul. Outros 20 revendedores do Faixa Azul serão nomeados em breve. “Ninguém precisará andar mais de 100 metros para adquirir seu ticket”, disse o secretário Wagner Augusto de Oliveira.

Aplicativo, ticket eletrônico ou talão impresso

O estacionamento rotativo por meio de sistema digital é uma tendência mundial que segue a modernidade do mundo e, também, devido à sua praticidade. Em Minas Gerais, as cidades de Juiz de Fora, João Monlevade, Vespasiano e Barbacena, entre outras, já operam com sistemas semelhantes aos de Sete Lagoas, que utilizam o celular.

Em Sete Lagoas, o motorista poderá comprar e ativar seu tempo de estacionamento direto de seu aparelho celular. O processo é simples: basta baixar o aplicativo chamado BluePark (disponível para Android ou IOS) e inserir os dados pessoais e a placa do carro (é possível cadastrar mais de uma placa). Os créditos são adquiridos através do cartão de crédito. A ativação se faz informando o local, a placa e a quantidade de tempo desejada, tudo no próprio aplicativo.

Quem já havia baixado a primeira versão do aplicativo deverá necessariamente atualizá-lo a partir do dia 17/07, por conta de melhorias realizadas. Por outro lado, os tickets virtuais adquiridos anteriormente, e ainda não utilizados, estarão disponíveis nas contas dos usuários após a atualização do APP.

O motorista que não quiser utilizar o sistema via celular pode comprar tickets virtuais nos postos de venda. Nesse caso, o motorista recebe na hora um comprovante impresso com os dados da compra e faz ativação do estacionamento, sem ter de retornar ao veículo. Basta fornecer a placa, indicar ao atendente do posto de venda a localização aproximada do veículo e o tempo de estacionamento desejado (máximo 2 horas).

Pode, ainda, se preferir, comprar o talonário impresso, de uso comum em um dos postos de venda mais próximos, indicados nas placas do Faixa Azul.

A fiscalização do trânsito continuará sendo feita pelos agentes da Guarda Municipal de Sete Lagoas, através de sistema de videomonitoramento. A GCT manterá monitores para auxiliar os fiscais e também para informar aos usuários sobre as formas de utilização do sistema.

 

Para melhorar a circulação de veículos e a acessibilidade ao centro da cidade

Segundo o Secretário Wagner Augusto de Oliveira, o Faixa Azul vai promover o melhor uso do espaço urbano, e atende a pedidos de entidades como a Associação Comercial e Industrial de Sete Lagoas (ACI), a Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) e do Sindcomércio, que pleiteavam medidas para facilitar o estacionamento de veículos dos consumidores da cidade.

O sistema cobrirá 1.600 vagas de estacionamento nas ruas do centro de Sete Lagoas, onde “multiplicará” as vagas disponíveis por meio da promoção da rotatividade. Hoje, a média de ocupação de uma vaga no centro é de 1,2 carros por dia. Com o rotativo, a expectativa da Prefeitura é que a mesma vaga poderá receber até cinco veículos ao longo do dia.

“Ocupar uma vaga ao longo do dia inteiro em um centro urbano não é justo socialmente”, diz o secretário. “Isso não ajuda o fluxo viário e é prejudicial ao comercio de rua, que movimenta a vida das cidades”, completa. Ele lembra, ainda, que muitas vezes o motorista que não consegue estacionar fica circulando nas ruas até achar uma vaga, para em fila dupla ou em local proibido para esperar alguém, atitudes que complicam o tráfego, prejudicando a todos.

O retorno do Faixa Azul será objeto de uma campanha de comunicação para explicar o sistema aos motoristas. Folhetos explicativos voltarão a ser distribuídos pelos monitores da operadora durante o período educativo. Uma página de facebook será mantida como canal de relacionamento com a comunidade nas primeiras semanas de reintrodução do estacionamento rotativo.

Informações também serão divulgadas pelas mídias sociais da ACI, da CDL e do Sindcomércio. “Quanto maior a facilidade de estacionamento, mais consumidores teremos em nossas lojas e as pessoas poderão resolver seus negócios em bancos, médicos, advogados com maior velocidade”, afirmou Flávio Fonseca, presidente da ACI. “Sete Lagoas é um polo comercial regional e atrai consumidores de toda a região, e quanto mais negócios pudermos realizar, melhor será para toda a comunidade”, disse ele.

 

Um comparativo de preços

O Faixa Azul de Sete Lagoas é fracionado de meia em meia hora. O motorista paga somente pelo tempo que for usar. Custa R$ 0,75 por meia hora, ou R$ 1,50 por uma hora e R$ 3.00 por duas horas em um único local. Se o motorista usa o aplicativo, pode comprar de meia e meia hora, à distância, e só pagar o que precisa. Alguns comparativos de preços:

  • Belo Horizonte: tarifa única de R$4,40, independentemente do local onde o carro parar, que pode permitir uma hora, duas ou cinco horas de tempo máximo.
  • Uberaba: tarifa única de R$4,00 por 2 horas
  • Itabira: R$2,50 por hora.
  • Conselheiro Lafaiete e Vespasiano: R$2,00 por hora.
  • Vespasiano (R$ 2.00 por hora).
  • Outras cidades que fracionam o tempo no rotativo em meia hora: Betim, Uberlândia e Juiz de Fora, mas todos esses têm tarifas mais caras: R$ 2,10, R$ 2,20 e R$2,30 por hora, respectivamente.

Informações

Secretaria Municipal de Segurança, Trânsito e Transporte

Deixe uma resposta