TEMPO ESPORTIVO 07/07/2017

0
492
Rainério Souza será um dos árbitros da Copa Sete Lagoas de Karatê.

A derrota por 3 a 1 diante do Atlético, no clássico do último domingo, foi o terceiro jogo do Cruzeiro em um espaço de duas semanas que a equipe saiu de campo vazado por três vezes. Adepto de uma filosofia que prioriza a segurança defensiva, o técnico Mano Menezes não está satisfeito (e nem poderia), com o rendimento do setor e time cobrado até publicamente uma melhoria significativa já nos próximos compromissos.

O próprio treinador comentou a situação após a derrota de virada no clássico diante do Atlético: “Dizer que isso é um apagão é simplificar as coisas. As características que minhas equipes têm é que sofrem poucos gols, mas agora temos um fato diferente que foge à lógica. Temos que achar o motivo para isso acontecer. É uma injustiça dizer que a culpa é somente dos dois zagueiros. Mas perdemos um pouco o padrão para se defender. Fazemos ora de um jeito, ora de outro. Agora temos que retomar isso. Certamente isso não vai acontecer mais.”

A sequência de gols levados pelo Cruzeiro começou no dia 19 de junho, no empate por 3 a 3 diante do Grêmio, no Mineirão. Após levar apenas um gol diante da Ponte Preta e sair em branco contra o Coritiba, a equipe voltou a sofrer três tentos contra o Palmeiras no meio da semana passada. Quatro dias depois outro golpe, desta feita diante do Galo.

Segundo Mano, ele já sabe como fazer para que o time não sofra tantos gols e prometeu ao torcedor que diante do Palmeiras isso não ocorrerá novamente.

O estranho é que, mesmo sabendo dos meios para evitar tantos tentos sofridos, o treinador não conseguiu impedir a série de problemas defensivos registrados nos últimos jogos. O discurso não tem sido respaldado pela prática e o time continua muito vulnerável no sistema defensivo. Com uma semana inteira para trabalhar e descansar o elenco, antes do confronto contra o Palmeiras, Mano terá que dar uma resposta para o torcedor que anda meio cansado de promessas, discursos com frases de efeito e pouca efetividade no trabalho do time dentro de campo. Na temporada 2017 o Cruzeiro perdeu o Campeonato Mineiro para o maior rival, foi eliminado precocemente na Copa Sul-Americana, é apenas o 13º colocado no Campeonato Brasileiro e vive situação indefinida na Copa do Brasil, após permitir que o Palmeiras buscasse um 3 x 3 improvável depois de abrir 3 x 0 no primeiro jogo das quartas-de-final, em São Paulo. As vitórias diante do Atlético no início da temporada também não serviram para embasar o trabalho do treinador, já que as partidas pouco valiam na ocasião (Copa da Primeira Liga e primeira fase do Campeonato Mineiro). É hora de mostrar resultados práticos, pois o elenco do Cruzeiro está entre os melhores do Brasil e a diretoria fez a parte dela, colocando nas mãos de Mano Menezes jogadores de muita qualidade, até em excesso, em algumas posições!

ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA AS AULAS DE FUTEVÔLEI EM SETE LAGOAS

A segunda-feira, 03 de julho, foi marcada pela abertura das inscrições para as aulas gratuitas de futevôlei nas quadras reformadas no Parque Náutico da Boa Vista. A data era aguardada com ansiedade por vários desportistas da cidade que já haviam se manifestado sobre o interesse de participarem do novo projeto da Secretaria de Esportes.

Através da parceria com os professores Makson Antônio e Charles Formigão, a Secretaria Municipal de Esportes e Lazer finalizou a reforma do campo de areia, com a adequação de duas quadras de futevôlei no Parque Náutico da Boa Vista. Trata-se de um projeto gratuito, voltado para atletas acima de 10 anos de idade (sem limite de idade). As aulas serão realizadas de segunda a sexta-feira.

Para quem quiser se inscrever ou tiver interesse em saber mais detalhes sobre o projeto, basta entrar em contato com a Secretaria de Esportes, que funciona na orla da Lagoa da Boa Vista, ou através do telefone: 3771-8165.

 

PREFEITURA CONFIRMA REALIZAÇÃO DA COPA SETE LAGOAS DE KARATÊ

Rainério Souza será um dos árbitros da Copa Sete Lagoas de Karatê.
Rainério Souza será um dos árbitros da Copa Sete Lagoas de Karatê.

A XXIII edição da Copa Sete Lagoas de Karatê, prevista para ser realizada em agosto, deverá ser uma das mais disputadas de todos os tempos. A boa notícia é que o Prefeito Leone Maciel confirmou apoio irrestrito à competição, que deverá ter recorde de participantes de várias cidades de Minas Gerais e até de outros estados.

Através da Prefeitura Municipal de Sete Lagoas e com o apoio da Secretaria de Esportes, o poder público volta a cumprir com o seu papel e apóia o esporte especializado, em todas as suas categorias e segmentos.

O coordenador do evento e proprietário da Academia Shidô Kan, Rainério de Souza, lembrou-se da importância da competição para a cidade: “A copa está no mesmo nível dos grandes eventos do karatê no Brasil. Temos atletas de muita qualidade e o momento para a nossa modalidade não poderia ser melhor”.

O karatê vem dando um salto grande no cenário esportivo brasileiro, sobretudo após a confirmação de que a modalidade estará presente nos Jogos Olímpicos de Tóquio, no Japão, em 2020. Rainério frisou o peso dos brasileiros na disputa: “Vamos trazer um grande número de medalhas, temos lutadores de primeiro nível e o Brasil será muito bem representado na Ásia”.

Com experiência internacional, ele ressaltou questões importantes sobre a arbitragem também: “Trabalhei no Pan Americano em 2016, no Rio de Janeiro, já esse ano estive no campeonato Sub-21. Estejam todos certos de que traremos alguns dos melhores árbitros do Brasil e do continente para que tenhamos um nível acima da média também neste quesito.”

Diversas cidades mineiras terão representantes na Copa Sete Lagoas de Karatê, dentre elas: Piui, Manhuaçu, Curvelo, Presidente Juscelino, Pompeu, Pará de Minas, São Joaquim de Bicas, Sete Lagoas, Funilândia, Coromandel, Patrocínio, Divinópolis, Sabará, Santa Luzia, Conselheiro Lafaiete, Raul Soares, Timóteo, Alterosa, Belo Horizonte, Jequitibá, Arcos, Uberlândia, Uberaba e Itajubá.

A programação da Copa Sete Lagoas é a seguinte: No dia 19 de agosto, a partir das 10h30min será realizado um treinamento da Seleção Mineira na Academia Shidô Kan. Às 16h30min vai acontecer a disputa de katá (luta imaginária), no Ginásio Vinício Dias Avelar, com entrada franca para o público.

O ginásio terá extensa programação no domingo, dia 20 de agosto: A partir das 09h00min será feita a abertura oficial da Copa Sete Lagoas e a partir das 09h30min está previsto o início dos combates.

ESTÁDIO DO ATLÉTICO DEVERÁ SAIR DO PAPEL AINDA EM 2017

É apenas uma questão de tempo para o Atlético ter seu próprio estádio, que será erguido no bairro Califórnia, na região Noroeste de Belo Horizonte. Nos próximos dias, a diretoria do clube vai apresentar ao conselho deliberativo toda a estratégia para levantar os R$ 400 milhões previstos para a construção da arena. Antes de mostrar os números aos conselheiros, os responsáveis pelo projeto pensaram em todos os detalhes. Um dos pontos mais importantes é de como fazer com que o estádio gere dinheiro nos dias sem partidas de futebol. Durante os últimos anos, o Atlético estudou bastante como trabalham os clubes brasileiros que possuem estádios próprios. E foi o Palmeiras quem mais chamou a atenção. O clube paulista ergueu o Allianz Parque sem tirar nenhum recurso do futebol. Assim como o Atlético pretende fazer.

E foi a partir da relação entre Palmeiras e WTorre, empresa responsável pela construção e administração do Allianz Parque, que o Atlético elaborou seu plano de administração do novo estádio. Porém, segundo o presidente do clube mineiro Daniel Nepomuceno, o Atlético vai ter um acordo mais avançado do que tem o Palmeiras com a WTorre. Segundo ele o Atlético não será sócio da empresa que ativar os eventos. Esta empresa vai comprar as datas diretamente do clube, o que não ocorre com a maioria dos contratos firmados envolvendo outras equipes que já possuem estádios próprios. Vai prevalecer o futebol. Fora o futebol, serão vendidas as outras. Como a WTorre precisa recuperar de alguma maneira o dinheiro que foi investido construção do Allianz Parque, a instituição tem preferência nas datas. Em caso de show ou algum outro grande evento, o Palmeiras precisa atuar em outro local, geralmente no Pacaembu. No caso da equipe mineira, de acordo com Nepomuceno, esse time de situação não irá acontecer. Serão 40 mil lugares de capacidade e o Atlético também poderá participar da comercialização das outras datas, aquelas que não estiverem atreladas ao calendário esportivo.

Para levantar R$ 400 milhões que serão usados na construção do estádio, o Atlético usou bastante criatividade. O clube conta com alguns parceiros já confirmados. A MRV doou o terreno e garante o pagamento dos naming rights, caso o Atlético não consiga negociar com outra empresa. A Multiplan tem um acordo comercial com o clube mineiro para a exploração do shopping Diamond Mall. Como o contrato se encerra em menos de uma década, a empresa já se movimenta em busca da renovação e vai ajudar na construção do estádio. E todas as garantias financeiras vão ser dadas pelo Banco BMG, que pertence a Ricardo Guimarães, que foi presidente do Atlético na década passada. Para completar o valor necessário, o Atlético vai recorrer a mais algumas estratégias, como contratos de exclusividade no fornecimento de bebidas e alimentos no estádio, assim como a exploração do estacionamento. Além disso, o clube vai vender cadeiras cativas aos torcedores, até que se alcance a marca necessária para contemplar o pagamento integral da obra.

INGRESSOS À VENDA PARA A ETAPA DE CURVELO DA STOCK CAR

O circuito dos Cristais, em   Curvelo, vai receber pela segunda vez uma etapa da Stock Car.
O circuito dos Cristais, em Curvelo, vai receber pela segunda vez uma etapa da Stock Car.

Os ingressos para a etapa de Curvelo da Stock Car, que acontece no dia 23 de julho, começaram a ser vendidos pela organização da prova. A cidade, na região Central de Minas Gerais, recebe a sexta etapa da temporada 2017, no Autódromo Circuito dos Cristais.

A venda dos ingressos é feita através do site oficial e no BH Shopping, em Belo Horizonte. O primeiro lote de ingressos para a corrida, para a arquibancada, custa R$ 70 (inteira) e R$ 35 (meia entrada). Para a opção de entrada de arquibancada com visitação aos boxes, o valor sobe para R$ 140. Os preços terão aumento na semana da prova.

Em 2016, na estreia do Circuito dos Cristais, Felipe Fraga e Ricardo Maurício foram os vencedores na rodada dupla.

Após a estreia, pilotos e organização fizeram observações para melhorar a segurança para os competidores e agora, o autódromo ganha uma nova opção de traçado, reduzido de 4.420 para 3.330 metros de extensão. A alteração, com a nova alternativa do traçado, teve um investimento de cerca de R$ 680 mil, incluindo a parte estrutural, com asfalto, defensas, etc.

Por Álvaro Vilaça

Deixe uma resposta