CRUZEIRO DEFENDE INÍCIO MAIS SÓLIDO DA DEFESA DESDE 96 CONTRA MELHOR ATAQUE

0
251
Cruzeiro defende o melhor início defensivo dos últimos 21 anos no Campeonato Brasileiro (Foto: Washington Alves)

Há 21 anos Raposa não apresentava números tão bons defensivamente como na edição deste ano do Campeonato Brasileiro

Quem nasceu a partir de 1997 – ano do segundo título cruzeirense na Libertadores – não viu um início tão sólido da defesa do Cruzeiro, no Campeonato Brasileiro, como desta temporada. Há 21 anos, o time mineiro não tinha um início tão bom em termos defensivos. Em sete jogos, cinco gols sofridos, sendo a melhor defesa da competição. Um teste melhor da eficiência não poderia haver se não contra o melhor ataque do Brasileiro, até agora: o Grêmio, adversário desta segunda-feira, que já balançou as redes em 18 oportunidades.

Na temporada de 1996, o Cruzeiro havia sofrido apenas quatro gols nos primeiros sete jogos, estando àquela altura na segunda colocação do Campeonato Brasileiro. De lá para cá, nunca havia conseguido ser tão pouco vazado como nesta temporada. Na era dos pontos corridos, iniciada em 2003, o melhor desempenho nos primeiros sete jogos havia sido nos anos de 2008 e 2012. Nos três títulos do atual formato, o Cruzeiro levou 11 gols em 2003, sete em 2013 e nove no ano seguinte. Já o pior desempenho foi há 10 anos quando o Cruzeiro levou 15 gols no mesmo número de jogos.

O fato interessante do bom momento da defesa do Cruzeiro é que ela não foi construída apenas com uma formação no setor. Na lateral-direita, passaram Lucas Romero (contra São Paulo, Sport e Santos), Hudson (Chapecoense) e Ezequiel (Bahia, Atlético-GO e Corinthians. Na zaga, quatro formações: Léo e Dedé, Léo e Kunty Caicedo, Léo e Henrique e, por último, Léo e Murilo. Só Diogo Barbosa e Fábio estiveram na defesa em todos os jogos.

Os gols da Raposa foram sofridos em quatro das sete partidas disputadas até esta oitava rodada: Sport (um gol), Chapecoense (dois), Bahia (um) e Corinthians (um). Contra São Paulo, Santos e Atlético-GO – justamente as partidas vencidas pelo Cruzeiro – a defesa passou ilesa diante o ataque adversário. Apesar disso, o time tem um dos piores ataque do torneio, com cinco gols marcados apenas.

tabela

Já o Grêmio, que briga pela liderança neste começo de competição, marcou gols em todas as partidas: um contra o Bahia; dois contra Botafogo, Atlético-PR, Vasco e Fluminense; três diante do Sport e seis na vitória sobre a Chapecoense. O principal goleador é o atacante Luan, com quatro gols marcados até agora.

Para o lateral Ezequiel, que vai para a quarta partida seguida como titular, após se recuperar de uma fadiga muscular que o incomodou por quase dois meses, o bom momento do setor defensivo se deve ao sistema de marcação criado pelo técnico Mano Menezes.

– É a equipe como um todo, não só a parte defensiva. Não só o ataque faz gols, temos que ajudar a fazer gols também, assim como eles têm nos ajudado lá atrás, nos acompanhado – apontou o lateral cruzeirense.

Com 10 pontos no Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro busca se recuperar no Brasileiro. Nesta segunda-feira, diante do Grêmio, a tendência é que a defesa volte a ser formada por Kunty Caicedo e Léo. No meio, Robinho volta a figurar entre os 11 titulares.

Fonte: GloboEsporte.com

Deixe uma resposta