DERROTA É ESPELHO DO CRUZEIRO NA TABELA: G-4 EM DEFESA SÓLIDA, MAS Z-4 NO ATAQUE

0
424
Cruzeiro perdeu três dos últimos quatro jogos no Campeonato Brasileiro (Foto: Marcos Riboli)

Enquanto tem a segunda melhor defesa da competição (cinco gols sofridos), time celeste é o segundo pior ataque, também com cinco gols

O Cruzeiro, definitivamente, vive a pior fase na temporada. Instável nos resultados e também nas atuações. A derrota por 1 a 0 para o Corinthians, nessa quarta, expôs o quão inconstante tem sido a equipe e foi espelho dos números até agora no Brasileiro. Em sete rodadas, o time é o segundo melhor em termos defensivos (cinco gols sofridos), mas ocupa também o posto de ser o segundo pior ataque da competição até agora (cinco marcados apenas).

Com 10 pontos no Brasileiro, o Cruzeiro brigaria, se fosse contar apenas os gols sofridos, pelo título. A equipe só sofreu mais gols que o Coritiba (quatro e com um jogo a menos), empatado com o líder Corinthians, São Paulo e Flamengo. Entretanto, ocupa o Z-4 em termos de ataque. A equipe só marcou mais gols que o Avaí (três) e está empatado com Atlético-PR, Atlético-MG e Vitória, coincidentemente, todos os integrantes da zona do rebaixamento.

Espelho na partida

A derrota por 1 a 0 para o Corinthians foi a terceira nos últimos quatro jogos do time no Campeonato Brasileiro, que o fizeram se distanciar da briga pelo título. No primeiro tempo, a equipe produziu pouco e levou perigo apenas uma vez – em um cabeceio com Ariel Cabral. Sofreu um gol em disputa de escanteio e, apesar da pressão, conseguiu suportar bem o ataque corintiano.

A defesa sólida continuou a se mostrar muito efetiva no segundo tempo. Fábio salvou, pelo menos, duas boas chances criadas pelo Corinthians, que jogou no contra-ataque, mas foi contido pelo setor defensivo. No ofensivo não saíram gols, mas não foi por falta de oportunidades. O Cruzeiro, com as entradas de Alisson e Rafael Sobis, mostrou mais volume de jogo e criou chances para balançar as redes. Aí, faltou a ponta. O principal exemplo foi com Ramón Ábila, aos seis do segundo tempo, que perdeu na cara de Cássio.

Rafael Sobis voltou ao time cruzeirense e pode ajudar na recuperação no Campeonato Brasileiro (Foto: Marcello Zambrana/Light Press)
Rafael Sobis voltou ao time cruzeirense e pode ajudar na recuperação no Campeonato Brasileiro (Foto: Marcello Zambrana/Light Press)

Sinal de alerta

O período de inconstância, entretanto, não fez o G-6, grupo que classifica para a Libertadores, ficar distante do Cruzeiro. A equipe está com a mesma pontuação que o São Paulo, em sexto lugar, mas pode ficar a dois, caso o Bahia vença, chega aos 12 e entre no grupo. Porém, o time precisa reagir para continuar perto da briga. O próximo desafio é contra outra equipe que briga pela liderança: o Grêmio, atual segundo colocado, e que joga na rodada nesta quinta, contra o Fluminense, no Rio.

Fonte: GloboEsporte.com

Deixe uma resposta