DESESPERO EM CAMPO FAZ GALO REPETIR FILME E LIDERAR BRASILEIRO EM ESTATÍSTICA NEGATIVA

0
340
Galo fez 55 cruzamentos errados na partida contra o Atlético-PR (Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG)

Atlético-MG é o time com mais cruzamentos errados no Campeonato Brasileiro

O desespero para marcar gol tem deixado exposto um grande defeito do Atlético-MG de Roger Machado. Nos quatro jogos em casa no Brasileirão, em três o Galo saiu atrás no marcador e precisou buscar o resultado, conseguindo o empate apenas em um. E a característica da equipe nessas partidas que chamou a atenção foi o alto número de cruzamentos, reflexo de um time desesperado e, de certo modo, desorganizado, sem criatividade e alternativas. Na derrota por 1 a 0 para o Furacão, o filme se repetiu.

O Atlético-MG é o líder em cruzamentos errados no Campeonato Brasileiro, com incríveis 179 erros. Para comparar, o segundo é o Cruzeiro, que tem 147 erros. O time que menos errou é o Grêmio, com 84, segundo os números do Footstats. O Galo acertou 38 bolas alçadas na aérea, ocupando a sétima posição no Brasileiro.

Mesmo com um time experiente e com muita bagagem, o Galo não consegue manter a calma quando está atrás no marcador. Por isso acaba usando e abusando das bolas cruzadas na tentativa de encontrar Fred ou Rafael Moura para empurrar a bola para as redes. No entanto, a tática só deu certo uma vez, contra a Ponte Preta, quando o time conseguiu o empate em um cruzamento de escanteio.

Galo usou e abusou dos cruzamentos na área contra o Atlético-PR (Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG)
Galo usou e abusou dos cruzamentos na área contra o Atlético-PR (Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG)

Assim como foi contra o Fluminense, quando cruzou 35 bolas erradas, e contra a Ponte, com 30, o Atlético-MG repetiu o filme contra o Atlético-PR. Com um jogador a mais desde os 39 minutos do primeiro tempo, o Galo conseguiu criar boas chances até parte do segundo tempo, quando o time passou a abusar das bolas aéreas, mostrando o desespero pela vitória.

No entanto, foi justamente uma jogada pelo alto que selou a segunda derrota do Galo jogando no Independência. Aos 44 minutos do segundo tempo, Felipe Santana errou no recuo de uma bola para Victor e entregou no pé de Sidcley, que avançou livre para garantir a vitória do Atlético-PR e colocar o time alvinegro na zona de rebaixamento do Brasileirão.

Fonte: GloboEsporte.com

Deixe uma resposta