GALO APOSTA EM RETORNO DE LUAN PARA RETOMAR O CAMINHO DA VITÓRIA

0
424

Início ruim no Brasileiro deixa torcida preocupada e o time em baixa, mas recuperação do “maluquinho” do Galo dá ânimo novo

O início ruim do Atlético-MG, no Campeonato Brasileiro, ligou o sinal de alerta no clube e deixou a torcida com uma pulga atrás da orelha, principalmente após a atuação abaixo da crítica na derrota para o Vitória, em Salvador. Para superar o momento atual e voltar a vencer já nesta quarta-feira, para se afastar da luta contra o rebaixamento, quando enfrenta o Atlético-PR, no Independência, às 19h30 (de Brasília), o Galo conta com um importante fator: Luan.

A qualidade técnica do elenco alvinegro é inquestionável, o que colocou a equipe como uma das favoritas para a conquista do Brasileirão. No entanto, o desgaste físico da intensa sequência de jogos, aliado ao momento ruim da equipe, tirou a confiança dos jogadores do Atlético-MG. Mesmo quando vence, o futebol do Galo não encanta. E é ai que o atacante entra.

Atleticano, como ele mesmo se denomina, Luan dá uma cara nova ao time do Atlético-MG quando está em campo. Correria, garra e vontade não faltam para o jogador, que é o grande xodó da torcida e não alivia mesmo nos treinos.

– Para mim, não tem bola perdida, nem em treino. Eles (médicos) não gostam disso. Se eu não treinar assim, eu não jogo assim. Não sei dosar no treino. Eu tento incentivar os meninos, xingo mesmo. Depois a gente ver que não pode xingar. Muitos jogadores novos estão sentindo a mesma lesão. Alta intensidade que chama. Este é o meu jeito. Espero voltar agora e ter uma sequência, ai o bicho vai pegar.

“Para mim, não tem bola perdida, nem em treino. Eles (médicos) não gostam disso. Se eu não treinar assim, eu não jogo assim. Não sei dosar no treino”

Completamente recuperado de uma lesão muscular na coxa direita, Luan espera que o seu retorno recoloque o Atlético-MG de volta no caminho das vitórias e traga novamente a confiança para a equipe se recuperar no Brasileirão.

– A confiança ela vem conforme as vitórias. Quando o grupo perde uma partida desgastado, brigando por cada bola e jogada, acho que é reconhecido. Quando o time perde meio apático, deixando de dividir algumas bolas, o torcedor vai cobrar. A confiança vai voltar com as vitórias, vamos ter uma sequência boa. Aí aparecem os jogadores mais experientes, mais rodados. Espero voltar a bola, e o time ter essa sequência. Não só porque estou voltando, mas para o time voltar a ter confiança. Temos que colocar na nossa cabeça que a gente é capaz e que a gente pode – analisou.

Levantar o moral

Se Luan ainda não tem presença confirmada contra o Atlético-PR, Fábio Santos está. Ele volta após cumprir suspensão automática contra o Vitória. Jogador que mais atuou na temporada, o lateral esquerdo reconhece que a confiança da equipe está em baixa e passa a receita para recuperar este aspecto importante.

– Às vezes é uma jogada ou outra de ir para a segurança ao invés de tentar uma mais difícil. Isso dá mais confiança e a gente voltará a fazer coisas do ano passado e no início deste ano. Quando você não vence é normal isso. Quando fizer o gol, não se expor, de querer ir mais para frente. Dar um passo atrás é valorizar isso. Eu tinha um treinador que fala que “Menos é mais”, e às vezes é isso que importa – completou o lateral.

Deixe uma resposta